Diretor critica Keira Knightley e diz que prefere atores a “estrelas”

Facundo Arrizabalaga/EFE/EPAA atriz Keira Knightley O diretor John Carney não guarda as melhores lembranças de Keira Knightley, com quem trabalhou no longa "Mesmo se Nada Der Certo", de 2013. Em entrevista ao "The Independent", durante o lançamento de seu novo trabalho, "Sing Street", o cineasta fez críticas à atriz e declarou que não quer "fazer filmes com supermodelos nunca mais".

por
  • Facundo Arrizabalaga/EFE/EPA
    Diretor critica Keira Knightley e diz que prefere atores a "estrelas"
    A atriz Keira Knightley

    O diretor John Carney não guarda as melhores lembranças de Keira Knightley, com quem trabalhou no longa “Mesmo se Nada Der Certo”, de 2013. Em entrevista ao “The Independent”, durante o lançamento de seu novo trabalho, “Sing Street”, o cineasta fez críticas à atriz e declarou que não quer “fazer filmes com supermodelos nunca mais”.

Carney elogiou os outros protagonistas da história, Mark Ruffalo (“um ator fantástico”) e Adam Levine (“sem medo de se expor”), mas não poupou críticas à atriz. “Acho que um ator precisa não ter medo de descobrir quem é diante das câmeras. O que acontece com Keira é que que ela esconde quem é e não acho que você pode ser um ator e fazer isso”, afirmou.

O diretor disse que as pessoas em volta da atriz também dificultavam o trabalho. “Não é que eu odeie Hollywood, mas eu gosto de trabalhar com atores curiosos, não estrelas de cinema. Não quero desvalorizar Keira, mas ser ator é difícil e isso requer um certo nível de honestidade e autoanálise que eu não sei se ela está pronta para ter e certamente não acho que estava pronta naquele filme”, diz.

Você também vai curtir