Por onde anda

Saudades de Ronaldo Resedá

Publicidade

Uma das figuras emblemáticas da minha infância, estranhei quando Ronaldo Resedá morreu precocemente aos 38 anos em 1984. Eu tinha 10 anos na época e tive contato com a notícia de morte uma das primeiras vezes na vida. O que guardo na memória é a imagem de alegria, de festa, eternizada por Resedá. Ele foi um dos ícones da Disco brasileira. Eternizou canções como Marrom Glacê (tema da novela homônima), Plumas e Paetês (também tema da novela homônima) e Kitch Zona Sul (da trilha de Dancin Days). As letras sempre falavam de beleza, alto astral. Bailarino e ator o carioca nascido no mesmo dia que eu (16 de outubro) foi professor de jazz de estrelas como Marília Pêra e Zezé Motta. Saudades Resedá, luz pra você onde quer que esteja!

Para saber em tempo real as atualizações do blog basta seguir @AndreSank no Twitter

Imagem: Arquivo Pessoal
Imagem: Arquivo Pessoal
Imagem: Arquivo Pessoal

Você vai curtir!

Botão Voltar ao topo
rfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-slide