Cinema

“Belchior – Apenas um Coração Selvagem” ganha cartaz e data de sessão especial no Festival do Rio

Publicidade

“Belchior – Apenas um Coração Selvagem” está entre as produções selecionadas para a Première Brasil da 24ª edição do Festival do Rio. O filme participa da mostra “Retratos” junto a outros sete longas documentais. Este é o primeiro trabalho de Natália Dias e Camilo Cavalcanti na direção de um documentário. A dupla assina também o roteiro com Paulo Henrique Fontenelle, diretor e roteirista de “Cássia Eller” (2014) e “Loki, Arnaldo Baptista” (2008).

Produzido pela Clariô Filmes, o filme acompanha a trajetória de um dos compositores mais importantes da Música Popular Brasileira. A história e as contradições do rapaz latino-americano são mostradas no filme por meio de imagens de arquivo e depoimentos de diferentes momentos de seus 40 anos de carreira. Contado em primeira pessoa, o longa traz entrevistas do cantor e passeia por composições de sucesso, como “Sujeito de Sorte”, “Paralelas”, “A Palo Seco”, “Apenas um rapaz latino-americano” e “Coração Selvagem”.

O filme teve sua estreia mundial no Festival Internacional de Documentários É Tudo Verdade 2022. Em seguida, foi selecionado para o In-Edit Brasil. Ambos os festivais tiveram exibições remotas e presenciais com sucesso de público, ganhando destaque em número de visualizações e sendo o primeiro filme a esgotar ingressos. O documentário também foi escolhido para participar da Mostra de Ouro Preto, em junho deste ano. A exibição em praça pública foi um dos grandes momentos do evento, chegando a mais de 400 espectadores.
“Belchior – Apenas um Coração Selvagem” também foi selecionado para o Inffinito Film Festival, em Miami, e para o CineBH International Film Festival, em Belo Horizonte. A próxima parada será o Festival do Rio, em uma exibição especial com presença da equipe no Estação NET Gávea, dia 8 de outubro, às 16h.

Além das imagens de arquivo, o filme também traz Silvero Pereira (“Bacurau”) declamando poemas e versos do compositor. A escolha dos diretores pelo ator está diretamente relacionada à sua proximidade com o Nordeste, além das semelhanças com o cantor e da potência de sua atuação. Após sua participação no longa, Silvero estreitou ainda mais sua conexão com a história e as palavras do compositor e escolheu dar continuidade ao trabalho que fez no documentário através da música, com a turnê “Silvero interpreta Belchior”.

SINOPSE

Publicidade

Belchior – Apenas um Coração Selvagem é um documentário sobre, com e através do artista, poeta, compositor e cantor Belchior. Um filme em primeira pessoa no qual o próprio personagem nos conduz por sua carreira e obra contundentes. Os casos e conversas nos revelam diversas facetas do rapaz latino-americano: o peregrino, o crítico, o atemporal, o cidadão comum, o irônico, o sensual, o filosófico, o ácido, o retirante, um homem do seu tempo (e para além dele). Sem a pretensão de explicar cada uma dessas personas e sem abrir mão das contradições desse instigante personagem da Música Popular Brasileira, o filme viaja pela importância e contemporaneidade de letras e mensagens que compõem uma obra pulsante, viva e cortante.

Publicidade


Ficha técnica:

Produção: Clariô Filmes

Um filme de Natália Dias e Camilo Cavalcanti

Produzido por Camilo Cavalcanti

Participação Especial: Silvero Pereira

Roteiro: Paulo Henrique Fontenelle, Camilo Cavalcanti e Natália Dias

Produção Executiva: Camilo Cavalcanti

Montagem: Paulo Henrique Fontenelle

Pesquisa: Isabela Mota

Produção de Licenciamento: Leticia de Souza Barbosa

Direção de Fotografia: Milena Seta

Desenho de Som: Waldir Xavier

Mixagem: Bernardo Adeodato

Você vai curtir!

Botão Voltar ao topo