Notícias

Modelo Bruno Krupp é preso em hospital por atropelar e matar estudante

Na manhã desta quarta-feira (3), o modelo Bruno Fernandes Moreira Krupp, de 25 anos, foi preso preventivamente pelo atropelamento que matou o estudante João Gabriel Cardim Guimarães. O rapaz foi surpreendido por policiais da 16a DP (Barra da Tijuca), em um hospital particular onde está internado no Méier, na Zona Norte do Rio.

Na decisão que decretou a medida, a juíza Maria Isabel Pena Pieranti, do plantão judicial do Tribunal de Justiça do Rio, afirma que o ele “não é um novato nas sendas do crime” e que sua liberdade “comprometeria a ordem pública, sendo a sua constrição imprescindível para evitar o cometimento de crimes de idêntica natureza, podendo-se dizer que a medida visa também resguardar a sociedade de condutas que ele possa vir a praticar”.

O despacho ainda menciona que o modelo já foi parado por agentes da Lei Seca três dias antes do acidente, mas a blitz acabou por não ter o efeito didático.

Entenda o caso:
O modelo Bruno Krupp atropelou um jovem de 16 anos na noite do último sábado (30), na orla da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. A vítima teve a perna arrancada pelo impacto e não resistiu aos ferimentos.

Segundo informações da Polícia Civil, através de nota oficial, o influenciador estava em um moto e não possuía habilitação.

Publicidade

Você vai curtir!

Botão Voltar ao topo