Mulheres

Concurso Musa do Brasileirão tem a primeira Musa, cadeirante, da história

Talita Reis, eleita Musa Diversidade em 2021, será a primeira cadeirante a disputar o título de Musa do Brasileirão na história do concurso, em 2022.

A morena, de 33 anos, natural de Sete Lagoas – MG, é graduada em Processos Gerenciais e Agronegócio, e está cursando psicologia, além de ser Pós Graduada em Saúde Mental, durante um ensaio sensual, falou sobre a importância de ter uma cadeirante em um concurso de grande visibilidade.

“Sou a primeira cadeirante a participar do concurso e em 2021 ganhei os títulos de Embaixadora e Musa Diversidade. O concurso pra mim foi uma quebra de barreiras tanto internas, quanto externas, para mostrar através da representatividade que, a pessoa com deficiência pode sim estar em todos os lugares e conquistar seus objetivos como qualquer outra pessoa. Se você tem um sonho, um objetivo, nada te impede de chegar lá. Muitas das vezes o limite que existe entre você e o lugar que você quer conquistar, é você mesma”.

Para Talita Reis, participar do concurso abriu portas e a colocou em um lugar de destaque, dentro de um concurso de beleza, jamais visto antes por pessoas com algum tipo de deficiência. A Musa Diversidade é percursora no concurso Musa do Brasileirão e espera ter aberto portas para outras candidatas.

“Sou muito grata ao concurso porque, além disso tudo, ainda consegui grandes parcerias e apoiadores que me motivaram a prosseguir. Abrir portas e quebrar paradigmas para outras pessoas com deficiência que também tem esse sonho de participar do concurso, foi muito gratificante. Estou entrando e espero deixar essas portas abertas para que outras meninas, assim como eu, acreditem nos seus sonhos e insistam, batam nas portas até que elas se abram”, disse a Musa Diversidade, Talita Reis, durante um ensaio pra lá de sensual.


Fotos: Saymon Dalazen/Perfil II Comunicação

Publicidade

Você vai curtir!

Botão Voltar ao topo