Com post em português, Emma Watson apoia campanha contra estupro

XinhuaA atriz Emma Watson Embaixadora global da boa vontade da ONU Mulheres, a atriz Emma Watson aderiu à campanha brasileira que tem movimentado as redes sociais contra o estupro. Intérprete da bruxa Hermione na saga "Harry Potter", ela publicou a hashtag em português "Estupro não é culpa da vítima" em seu perfil no Twitter.

por
  • Xinhua
    Com post em português, Emma Watson apoia campanha contra estupro
    A atriz Emma Watson

    Embaixadora global da boa vontade da ONU Mulheres, a atriz Emma Watson aderiu à campanha brasileira que tem movimentado as redes sociais contra o estupro. Intérprete da bruxa Hermione na saga “Harry Potter”, ela publicou a hashtag em português “Estupro não é culpa da vítima” em seu perfil no Twitter.

A campanha ganhou força e mobilizou mulheres de todo o país após o caso de estupro coletivo sofrido por uma adolescente de 16 anos na Zona Oeste do Rio de Janeiro na última semana.

Até o início da noite de domingo, a publicação da atriz britânica havia ganhado mais de 60 mil curtidas e mais de 60 mil compartilhamentos, além de comentários de agradecimento pela divulgação internacional da mobilização contra a cultura do estupro.

“Temos que lidar com isso todos os dias: pessoas que querem desacreditar o que nós dizemos sobre a violência que sofremos”, afirmou uma seguidora. “O Brasil agradece seu apoio”, publicou outra.

#EstuproNaoÉCulpaDaVitima

— Emma Watson (@EmWatson) May 29, 2016

Watson, que em breve estará nos cinemas como a protagonista da versão live action de “A Bela e a Fera”, é conhecida por seu engajamento. Envolvida em campanhas como “HeForShe”, que procura somar o compromisso dos homens para acabar com a desigualdade de gênero antes de 2030, ela anunciou que vai se afastar da carreira temporariamente para se dedicar ao feminismo.

“Pensei em ficar um ano fora do cinema para focar em estudos de gênero”, explica a atriz.

“Quero escutar o máximo de mulheres que puder. É algo que estive fazendo por conta própria, através da ONU, na campanha ‘HeForShe’ e em meu trabalho em geral”, repassa Watson.

Você também vai curtir