Famosos

Tom relembra o dia que ganhou carro importado de presente de Roberto Carlos

tom-cavalcante_1Tom Cavalcante relembrou, durante entrevista ao “Programa do Jô” na madrugada desta quarta-feira (7), o dia que recebeu um “carro importado” de presente do amigo e cantor Roberto Carlos.

“E nessa de agradecer, ele me deu me deu um carro, olha?!. Eu disse ‘eu tenho que agradecer esse homem todo o ano agora’. [Certa vez], ele foi ao meu show, aqui, em São Paulo, e me falou ‘vamos lá no camarim, quero te falar uma coisa’. No meio do caminho, a gente virou à direita e fomos ao galpão, e tinha um carro bonito, importado, parado. Eu disse ‘pu#@ que pa#@%, Roberto, que coisa linda’. Aquele carro é o carro dos sonhos de qualquer pessoa. Nunca ganhei nem uma galinha no bingo. Ele disse ‘o carro é seu, eu estou te dando porque eu te amo”, disse ele ao Jô. “Está lá em casa. Às vezes, eu saio no bairro e o pessoal já sabe que é o carro do Roberto”, completou.

Tom também falou rapidamente sobre o retorno aos programas da Globo. “Estou de volta à casa. Muito orgulhoso”, avaliou.

O talento de Tom foi praticamente descoberto por Chico Anysio no início dos anos 1990. Logo, os dois começaram a trabalhar juntos na “Escolinha do Professor Raimundo”. Em seguida, foi convidado para atuar no humorístico “Sai de Baixo”. Fez tanto sucesso que, imediatamente, já no ano de 2000, a Globo deu ao comediante o seu primeiro programa solo, o “Mega Tom”, onde interpretava cerca de 20 personagens.

Tom Cavalcante deixou a Globo em 2004. Rompeu o seu contrato com a emissora três meses antes do fim graças a um projeto ambicioso oferecido pela principal concorrente, a Record. Saiu da emissora de Edir Macedo sete anos depois. Foi morar nos Estados Unidos. Voltou em 2013 disposto a ressuscitar o “Partiu Shopping”, um projeto sugerido por Fausto Silva ainda quando estava na Globo.

Publicidade

Você vai curtir!

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios