Famosos

As vesperas de completar 80 anos, Susana Vieira fala em entrevista que nunca usou botox

Susana Vieira completa 80 nesta terça-feira (23). A atriz, que recém deixou o hospital por causa de complicações da Covid, recebeu o Fantástico em sua casa para um papo aberto sobre vida, amor e família.

“Eu nunca tinha me dado conta do que é o tempo. Porque a vida inteira eu tive muito esperta, muito alegre, muito feliz, muito ativa”, refletiu a atriz, no início da conversa.

Poliana Abritta pergunta: O nome da Susana Vieira é Sônia. Alguém ainda te chama de Sônia, seu nome de batismo?

Susana Vieira responde que não. “A última pessoa que me chamava de Sônia era meu pai. Soninha. Até agora. De uma certa forma, agradeço a ele. E agradeço, principalmente, a genética. Porque foi a genética dele e a genética da minha mãe que me fizeram chegar sem botox, sem nada na cara e feliz por dentro.”

Olhar para a história de Susana é relembrar grandes personagens: Nice, da novela “Anjo Mau”, Branca, de “Por Amor”, e Maria do Carmo, de “Senhora do Destino”, por exemplo.

“Aí eu fui mais feliz em toda a minha vida. Foi na época da ‘Senhora do Destino’. Por quê? Vida pessoal: ok. Par romântico: ok. Texto: ok. Protagonista: ok. Saio no carnaval como rainha da bateria da Grande Rio: ok. Eu, uma mulher já de 60 anos, desfilando na frente de uma bateria de uma escola de samba que concorria ao prêmio. Então, foi o melhor ano da minha vida”, conta.

Susana disse que se realizou na novela “A Sucessora”. “O dia que eu tiver muito velhinha e eu quiser me lembrar como eu era boa atriz, como eu dou um show de atriz, eu vou botar ‘A Sucessora’”, afirma.

Recentemente, Susana ficou seis dias internada. Ela teve Covid em julho, mas as sequelas no pulmão preocuparam os médicos, que acompanham a saúde da atriz desde 2015 por causa de outra doença grave, a leucemia linfocítica crônica.

“A leucemia foi maravilhosa durante a Covid. Ela não se abalou. Ela ficou quieta, como se fosse assim: essa mulher não merece duas coisas ao mesmo tempo. Vamos deixar ela aqui, só ela brigando com esse vírus”, explica.

A atriz revelou ainda que essa foi a primeira vez que sentiu medo de morrer. “Eu sentia verdadeiramente que ali eu podia ir embora. Eu não estava preparada. Tive muito medo, porque eu não deixei nada preparado. Porque eu não tinha terminado o meu livro, porque eu não tinha ainda feito um último trabalho na televisão. Eu ainda tinha meus netos, que eu quero ver casar, entendeu?”, disse.

Poliana: O que eu posso dizer é que Susana Vieira está em pleno exercício do viver. Portanto, quais são os seus planos para o futuro?

Susana: Eu ainda quero fazer uma novela. Eu sempre imagino o futuro, gente. Eu acho que é por isso que eu não morri. Eu tô imaginando sempre o futuro.

Publicidade

Você vai curtir!

Botão Voltar ao topo