Motorista que conduzia carro alegórico da Tuiuti presta depoimento sobre acidente

 Na tarde desta segunda-feira (27), Francisco de Assis Lopes, de 53 anos, prestou depoimento na 6ª DP (Cidade Nova) sobre o acidente que aconteceu com o carro alegórico da escola de Samba Paraíso do Tuiuti, na noite de domingo (26), que deixou 20 pessoas feridas na avenida.

de

Motorista que conduzia carro alegórico da Tuiuti presta depoimento sobre acidente
Filhos do motorista afirmaram que o pai foi agredido por diretores da escola logo após o acidente (Foto: jose lucena/Futura Press)

Na tarde desta segunda-feira (27), Francisco de Assis Lopes, de 53 anos, prestou depoimento na 6ª DP (Cidade Nova) sobre o acidente que aconteceu com o carro alegórico da escola de Samba Paraíso do Tuiuti, na noite de domingo (26), que deixou 20 pessoas feridas na avenida.

De acordo com o site “G1”, ele conversou com os jornalistas e pediu perdão às vítimas. “Quem foi machucado me perdoe mesmo. Me perdoe. Eu não tive culpa, só quero pedir desculpas às famílias. Eu não tenho mais nada a declarar.”.

De acordou com os filhos de Francisco, Liverton dos Santos Lopes Jr. e Lidiane Isis dos Santos Lopes, que conversaram com o site, o pai é motorista de caminhão há 30 anos e não sabia que o carro alegórico dirigido por ele seria acoplado a outro veículo. Além disso, eles também afirmaram que a escola deveria ter colocado alguém que guiasse a manobra, mas isso não aconteceu.

Liverton e Lidiane também contaram ao “G1” que o problema técnico com a “roda maluca” – uma peça sob o chassi da alegoria – foi o que causou o acidente e que o pai foi agredido logo após o ocorrido, mas os diretores da escola negaram. De acordo com a filha de Francisco, depois de avançar sobre as grades, uma pessoa com um microfone subiu no carro alegórico e mandou o motorista dar ré.

Você vai curtir