Momentos de pânico publicados nas redes sociais após atentado no show de Ariana Grande

por

As testemunhas do massacre relataram que entre os restos deixados pela explosão havia parafusos e pregos, o que aponta que o explosivo poderia estar carregado de peças metálicas para multiplicar o dano ao explodir. Nesse sentido, algumas gravações publicadas nas redes mostram o impacto de metralha nas extremidades de alguns dos feridos.

“Estávamos no alto das escadas quando os vidros estouraram”, relatou, à BBC Radio Manchester, uma mulher chamada Emma Johnson, que foi ao ginásio com seu marido para apanhar os filhos. “Foi junto à área onde vendiam merchandising. O ginásio inteiro tremeu. Foi uma explosão seguida de uma labareda de fogo. Havia corpos por todos os lados.” Vários espectadores do show publicaram no Twitter vídeos nos quais se veem os momentos de pânico durante a desocupação do pavilhão, com capacidade para 21.000 pessoas. A muitos dos espectadores ainda estavam lá dentro quando foram apanhados pelo atentado.

“Ouvi uma forte explosão. os vidros da minha casa tremeram”, conta Pedro, que mora em frente ao Manchester Arena, numa área que nesta manhã permanecia cercada por um cordão de isolamento da polícia. O mesmo ocorreu na estação ferroviária Victoria, vizinha ao pavilhão. “Vi um monte de gente correndo, muitos policiais com metralhadoras e duas pessoas feridas”, acrescentou. Uma testemunha e serviços médicos citados pela BBC afirmaram ter visto vítimas com “feridas de metralha”.

Outra informação de um funcionário de um bar próximo á área fala sobre “pessoas jogadas no chão e com as roupas sujas de sangue”.
Os serviços de emergência atenderam nos arredores da arena, que foi isolada. Os trens britânicos também pararam de funcionar, bloqueando as linhas que saem da estação Victoria, opção mais próxima para quem estava próximo ao local. A polícia local está atualizando as informações por meio do Twitter.

Vítimas e fãs nos arredores da arena já demonstram solidariedade aos que se perderam no momento da correria e que precisam de ajuda, oferecendo abrigo em hotéis e casas próximas ao local do incidente.
Help find these people who were part of the Manchester attack #PrayForManchester pic.twitter.com/YfUfnZLNsC
— grace🐝 (@gracewhaley00) May 23, 2017
Internautas também se mobilizam para tentar ajudar a encontrar pessoas que teriam ido ao show de Ariana Grande e estão desaparecidas. A hashtag #PrayForManchester já está nos Trending Topics do Twitter.

Você também vai curtir