Ator de “Star Wars” vira motorista de ônibus em forte concorrente à Palma

Adam Driver é um dos atores do momento em Hollywood. Depois de ser convidado para viver o vilão Kylo Ren em “Star Wars: O Despertar da Força”, ele reapareceu no Festival de Cannes como Paterson, um humilde motorista de ônibus que vive numa cidadezinha também chamada Paterson, em Nova Jersey, e ama escrever poesia. “Paterson”, o filme, é dirigido por Jim Jarmusch (“Amantes Eternos”, "Flores Partidas") e foi bastante aplaudido na sessão de imprensa, despontando como o primeiro forte concorrente à Palma de Ouro.

por

cena-do-filme-paterson-de-jim-jarmusch-1462822967772_956x500

Adam Driver é um dos atores do momento em Hollywood. Depois de ser convidado para viver o vilão Kylo Ren em “Star Wars: O Despertar da Força”, ele reapareceu no Festival de Cannes como Paterson, um humilde motorista de ônibus que vive numa cidadezinha também chamada Paterson, em Nova Jersey, e ama escrever poesia. “Paterson”, o filme, é dirigido por Jim Jarmusch (“Amantes Eternos”, “Flores Partidas”) e foi bastante aplaudido na sessão de imprensa, despontando como o primeiro forte concorrente à Palma de Ouro.

Driver fala pouco no filme como o motorista que tem uma vida monótona ao lado da mulher (a iraniana Goshiteh Farahani, de “A Separação”). Ele gosta das coisas como elas são, ouve mais do que fala, não tem celular e aprende a apreciar a vida através das poesias simples que escreve, enquanto descobre outras pessoas da cidade que também escrevem seus poemas. Ela, mais inquieta, troca a decoração da casa o tempo todo e sonha em comprar um violão para se tornar uma cantora de folk. Até que uma pequena tragédia abala a vida do humilde motorista.

“O roteiro era muito forte, e os personagens muito transparentes. Eu tentei simplesmente não me intrometer no processo”, contou o ator, que conseguiu uma folga das filmagens de “Star Wars: Episódio VIII” para vir à França apresentar o filme. “Para me preparar, procurei apenas ouvir o som ambiente, passear pela cidade e me desligar do celular. Era parte desse personagem ser totalmente offline.”

Driver também está no elenco de “Silence”, o novo filme de Martin Scorsese, como um padre jesuíta que tenta propagar o cristianismo no Japão do século 17.

Um dos destaques do filme é o cãozinho pug do casal, que reage no sofá a cada conversa entre os dois. “Ele foi excelente nas improvisações. E se mostrou muito bom para escrever os seus próprios diálogos”, brincou Jim Jarmusch.

No filme, como passageiros do ônibus de Paterson, aparece numa cena o casal de escoteiros mirins do filme “Moonrise Kingdom”, de Wes Anderson, que depois dirigiu também “O Grande Hotel Budapeste”, indicado ao Oscar. “Sou fã de Wes Anderson. Penso que seus últimos filmes estão cada vez mais belos e infantis.”

Você também vai curtir