Capa de revista reúne 35 mulheres que acusam Bill Cosby de abuso sexual

Reprodução/New YorkCapa da "New York"   A revista quinzenal "New York" reuniu, na capa da edição de 27 de julho, 35 mulheres que acusam o ator Bill Cosby de abuso sexual. Nas entrevistas publicadas pela revista, elas contam ter sido sexualmente agredidas ou estupradas pelo comediante após consumirem sedativos.

por

Capa de revista reúne 35 mulheres que acusam Bill Cosby de abuso sexual

A revista quinzenal “New York” reuniu, na capa da edição de 27 de julho, 35 mulheres que acusam o ator Bill Cosby de abuso sexual. Nas entrevistas publicadas pela revista, elas contam ter sido sexualmente agredidas ou estupradas pelo comediante após consumirem sedativos.

Desde o ano passado, mais de 40 mulheres já acusaram Cosby de abusos sexuais, que teriam sido praticados ao longo das últimas décadas. Uma delas, Judy Huth, foi a primeira a transformar a acusação em processo no Tribunal Superior de Los Angeles.

Nos documentos, a mulher relata que Cosby se aproximou dela e de uma amiga de 16 anos enquanto elas observavam de longe as gravações de um filme que contava com ele no elenco, em um parque da Califórnia. Segundo ela, o ator, mesmo sabendo da idade das meninas, convidou-as para ir a seu clube no fim de semana seguinte.

No clube, Cosby teria dado bebidas alcoólicas para as duas meninas e as levado para a mansão da “Playboy”, aconselhando-as a dizerem que tinham 19 anos caso alguém perguntasse. Segundo o relato de Huth, quando ela foi ao banheiro, o humorista a encontrou em um quarto adjacente e começou a “abusar sexualmente dela, tentando colocar a mão dele por baixo das calças dela e colocando a mão dela na dele, realizando um ato sexual nele mesmo sem o consentimento dela”. O caso aconteceu em 1974, quando ela tinha 15 anos.

Em um depoimento em 2005, Cosby admitiu que dava remédios sedativos para as mulheres com as quais queria ter relações sexuais. Quem teve acesso aos documentos do depoimento do humorista foi a agência de notícias The Associated Press, que divulgou a novidade para a imprensa no começo do mês. Os advogados de Cosby tentaram impedir que esses documentos vazassem, alegando que eles iriam constranger o seu cliente.

Você também vai curtir