Aposta da Record, “Cake Boss” buscará sócio no Brasil com “energia e ética”

Estrela do reality-show “Cake Boss”, Buddy Valastro, 38, é figurinha conhecida de quem gosta de acompanhar os programas culinários na TV paga – e reuniu milhares de fãs em um shopping de São Paulo, causando até um engarrafamento na Marginal Pinheiros. E nesta quarta-feira (1º) ele desembarcou novamente em terras brasileiras, desta vez para gravar a versão nacional da competição “A Batalha dos Confeiteiros”, com previsão para estrear em setembro na Record.

por

Estrela do reality-show “Cake Boss”, Buddy Valastro, 38, é figurinha conhecida de quem gosta de acompanhar os programas culinários na TV paga – e reuniu milhares de fãs em um shopping de São Paulo, causando até um engarrafamento na Marginal Pinheiros. E nesta quarta-feira (1º) ele desembarcou novamente em terras brasileiras, desta vez para gravar a versão nacional da competição “A Batalha dos Confeiteiros”, com previsão para estrear em setembro na Record.

O americano Buddy e sua confeitaria, a Carlo’s, só ficaram mundialmente famosos em 2009, quando o canal pago TLC lançou o “Cake Boss”. Mas a história do confeiteiro com a profissão já é antiga. Fundada em Hoboken, Nova Jersey, em 1910, a Carlo’s foi comprada pelo pai de Buddy em 1964 e, quando ele morreu, foi o então jovem de 17 anos que assumiu as rédeas do negócio, com o apoio da mãe e das irmãs. Ele se tornou conhecido pelos bolos decorados e, desde então, vem expandindo bastante seus negócios: só da Carlo’s, já há onze lojas – e mais uma deve ser aberta no Brasil após o reality da Record.

No programa, Buddy – cujo nome real é Bartolo, assim como o de seu pai – procurará um sócio brasileiro, que ficará responsável pela franquia brasileira da Carlo’s. E ele sabe o que procura em um bom confeiteiro. “Energia, talento e uma ética de trabalho implacável. Quero alguém que esteja disposto a trabalhar mais do que todo mundo”, disse o chef-celebridade em entrevista ao Popzone. Perseverança também é um pré-requisito: “Você tem que estar disposto a nunca desistir, e a trabalhar a cada dia”.

Aposta da Record, "Cake Boss" buscará sócio no Brasil com "energia e ética"
Buddy foi cercado por fãs ao desembarcar no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo

Apesar de já ter bem-definido o que procura nos seus candidatos, o momento da eliminação é difícil para Buddy. “Odeio mandar as pessoas para casa, mas faz parte da competição. Eu tento não ficar muito emotivo, mas eu sei que são boas pessoas, indo atrás de seus sonhos, então, nunca é fácil mandá-las embora”.

Família e fãs

A vida de Buddy Valastro é bem movimentada. Não só ele grava os programas e administra as onze Carlo’s, como possui um curso online de confeitaria, o Baking with Buddy, e é proprietário de um restaurante italiano em Las Vegas e de uma empresa de bufês – ambos com o nome de Buddy V’s. Em meio a isso, o confeiteiro ainda encontra tempo para cuidar da família – a mulher, Lisa, e os filhos Sofia, Buddy Jr. Marco e Carlo.

“Eu estou acostumado a estar sempre ocupado, e minha família é incrível. Eles entendem quando eu tenho que viajar, mas eu sempre faço questão de ter tempo para minha mulher e meus filhos. No fim das contas, família é a coisa mais importante”, afirmou Buddy.

O contato com os fãs também é parte importante da vida do confeiteiro celebridade: “O que eu mais amo nos programas é a possibilidade de chegar a fãs do mundo todo e inspirar as pessoas a seguir seus sonhos”. A experiência no Brasil, quando foi recebido por milhares de fãs em São Paulo, foi inesquecível. “Eu fiquei cheio de felicidade. Não conseguia acreditar. Me senti como um astro do rock, foi incrível conhecer todo mundo”, relembrou.

Você também vai curtir