Famosos

Em entrevista ao Fantástico Giovanna Ewbank sobre ataque racista em Portugal

Publicidade

Em entrevista ao Fantástico, Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso falaram pela primeira vez sobre o ataque racista que seus filhos, Titi e Bless, sofreram no último sábado, 30/7, em um restaurante de Portugal.

Além das crianças, uma família de angolanos que almoçava no mesmo local, também sofreu com xingamentos e ofensas.

Em um vídeo que circulou na internet, é possível ver Giovanna defendendo seus filhos e discutindo com a mulher que proferiu as ofensas. Bruno Gagliasso ligou para a polícia e, segundo nota da assessoria de imprensa do casal, a criminosa foi presa.

Segundo Bruno e Giovanna, o gerente do restaurante onde aconteceu o ataque tentou impedir a mulher de entrar no local, mas ela se recusou e ainda intensificou os xingamentos. E foi aí que o ator decidiu chamar a polícia. A apresentadora percebeu a movimentação, entendeu que se tratava de um episódio de racismo.

“Ela começou a xingar as crianças, Titi e Bless, e também uma família de angolanos que estava no restaurante. O Bruno saiu da mesa, foi até o gerente e mandou chamar a polícia. Eu vi uma movimentação estranha, eu vi que a família de angolanos estava um pouco acuada, aí eu comecei a entender que era algo racial. Eram ofensas racistas. Ela dizia “pretos imundos, voltem para África.”

Publicidade

Giovanna decidiu confrontar a mulher e confirmou que houve um confronto físico. Sobre isso, Bruno defende: “Não confunda a reação do oprimido com a ação do opressor.”

Publicidade

“Ela nunca esperava que uma mulher branca fosse combatê-la, como eu fui. Eu sei que como mulher branca, eu indo lá confrontá-la, a minha fala vai ser validada. Eu não vou sair como a louca, a raivosa, como acontece com tantas outras mães pretas que são leoas todos os dias, assim como eu fui nesse episódio, mas que são invalidadas, são taxadas de loucas, como se o racismo não existisse, como se tivesse inventando. O que teria acontecido se fossemos pais pretos? Será que iria ter essa atenção toda?”

“É a primeira vez que a minha filha me viu combatendo racismo de frente. A gente fala muito sobre isso, mas ela nunca tinha me visto combatendo direto. Ela ficou muito assustada. O Bless não percebeu muita coisa porque ele estava brincando. Mas a Titi entendeu tudo.”

Você vai curtir!

Botão Voltar ao topo