Cinema

“BABENCO”, de Bárbara Paz, conquista quatro prêmios no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2021

Alguém tem que ouvir o coração e dizer: Parou”, de Bárbara Paz, acaba de conquistar mais um prêmio no Festival Internacional de Cinema de Mumbai, na Índia. O longa foi premiado como Melhor Documentário. O festival é o mais importante na indústria mundial do cinema indiano. O cônsul do Brasil em Mumbai Guilherme Patriota foi receber o prêmio pelo filme. O longa chega aos cinemas do Brasil 09 de abril. 

O documentário traça um paralelo entre a arte e a doença de Babenco. O filme revela medos e ansiedades, mas também memórias, reflexões e fabulações, num confronto entre vigor intelectual e a fragilidade física que marcou sua vida.

“BABENCO – Alguém tem que ouvir o coração e dizer: Parou” estreou mundialmente no Festival de Veneza, aonde conquistou o Leão de Ouro, e teve sua primeira exibição no Brasil na 43ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, sendo um dos cinco selecionados para a exibição especial no Theatro Municipal de São Paulo. O longa também foi exibido no Festival de Mar Del Plata (Argentina), no Festival do Cairo, no Festival Maranhão na Tela, no Fest Aruanda, no Festival de Havana, no Festival do Rio e no Festival de Tiradentes. O documentário é uma produção HB Filmes e produzido por Bárbara Paz. A coprodução é da Gullane, Ava Filmes, Lusco Fusco, Globo Filmes, GloboNews e Canal Brasil. A distribuição no Brasil é da Imovision.

SINOPSE:

“Eu já vivi minha morte, agora só falta fazer um filme sobre ela” – disse o cineasta Hector Babenco a Bárbara Paz, ao perceber que não lhe restava muito tempo de vida. Ela aceitou a missão e realizou o último desejo do companheiro: ser protagonista de sua própria morte.

Nesta imersão amorosa na vida do cineasta, ele se desnuda, consciente, em situações íntimas e dolorosas. Revela medos e ansiedades, mas também memórias, reflexões e fabulações, num confronto entre vigor intelectual e fragilidade física que marcou sua vida.

Do primeiro câncer, aos 38 até a morte, aos 70 anos, Babenco fez do cinema remédio e alimento para continuar vivendo. Tell me when I die é o primeiro filme de Bárbara Paz mas, também, de certa forma, a última obra de Hector – um filme sobre filmar para não morrer jamais.

FICHA TÉCNICA:

Direção: Bárbara Paz

Elenco: Hector Babenco, Willem Dafoe, Bárbara Paz

Roteiro: Maria Camargo, Bárbara Paz

Direção de fotografia: Stefan Ciupek, Carolina Costa, Bárbara Paz

Montagem: Cao Guimarães e Bárbara Paz

Consultoria de montagem: Yael Bitton e Karen Harley

Supervisão de Edição de Som: Miriam Biderman, ABC ; Rodrigo Ferrante

Trilha Sonora Original: O Grivo

Produtor associado: Willem Dafoe e Petra Costa

Produção: HB Filmes

Coprodução: Gullane e Ava Filmes, Lusco Fusco, Globo Filmes, GloboNews, Canal Brasil

Produzido por: Bárbara Paz

Coproduzido por: Caio Gullane e Fabiano Gullane

Produtora: HB Filmes – Myra  Babenco

Distribuição Brasil: Imovision

Publicidade

Você vai curtir!

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios