Famosos

Após posicionamento político José de Abreu sofreu ameaças de morte


José de Abreu deixou todos surpresos ao anunciar que deixará a Globo, após 40 anos de emissora, durante uma live com o ex-presidente Lula, na última quarta-feira (3). Morando na Nova Zelândia, ele esclareceu que tudo aconteceu de forma amigável, e lamentou as ameaças que têm sofrido após expor seu posicionamento político.

A perseguição começou em 2010, durante a campanha presidencial de José Serra. “Depois das duas últimas novelas das nove, vi que ficou impossível viver aí [Brasil]. Muita ameaça de morte, provocações na rua”, contou ele em entrevista ao colunista Maurício Stycer, do UOL, nesta sexta-feira (5).

Durante uma participação sua no ‘Domingão do Faustão’, quando revelou que apoiava a ex-presidente Dilma Rousseff, Abreu disse que a Globo precisou providenciar segurança extra no hotel e carro que o transportava: “Nada agradável”.

Aos 74 anos, o veterano quer tentar uma carreira internacional, mas adiantou que voltará para mais duas novelas na Globo. Após junho, seus contratos serão por obra.
“Me trataram muito bem, estou muito satisfeito. Tenho uma relação muito boa com a direção da casa. Sempre tive, já fui diretor, produtor, fiz muita coisa lá. E já tenho duas novelas para fazer lá na frente. Mas não posso adiantar”, falou.

Fora do Brasil, José já recebeu propostas para novos trabalhos: “Em Portugal tenho um convite, mas nem quis conversar. Só depois de julho que posso assinar qualquer outra coisa. Tem um filme que está quase fechado, mas tudo pra depois de julho, aqui na Nova Zelândia”, completou.

Publicidade

Você vai curtir!

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios