Notícias

Bohemian Rapsody é retirado de premiação por causa de acusações ao diretor

Más notícias para os fãs de Bohemian Rapsody, o filme que conta a história de Freddie Mercury e o lendário Queen: o longa acabou de ser retirado da disputa por uma estatueta no GLAAD Awards.

Segundo a People, a premiação decidiu retirar o longa da categoria Melhor Filme – Lançamento em Massa depois que novas acusações de abuso sexual foram feitas contra o seu diretor, Bryan Singer, na última semana.

“A história publicada pelo The Atlantic documentando danos indescritíveis a jovens homens e meninos adolescentes trouxe à luz uma realidade que não pode ser ignorada ou mesmo tacitamente recompensada. A resposta de Singer ao The Atlantic usou ‘homofobia’ para desviar das acusações de assédio sexual e o GLAAD instiga a mídia e a indústria como um todo a não passar um pano no fato de que as vítimas devem ser colocadas em primeiro lugar”, diz o comunicado liberado à imprensa internacional.

A GLAAD é conhecidamente uma organização não governamental que monitora e promove a inclusão da comunidade LGBTQ na mídia. A FOX, estúdio responsável pelo filme em questão, não respondeu ao posicionamento da premiação.

Publicidade

Você vai curtir!

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios