Lázaro Ramos diz ter sido vítima de racismo: “É constante na vida do negro”

Reprodução/TV GloboLázaro Ramos diz ter sido vítima de racismo várias vezes Lázaro Ramos afirmou já ter sido vítima de racismo várias vezes e que isso é comum na vida do negro no Brasil. O desabafo do ator foi feito durante conversa com a apresentadora Regina Casé, no programa "Esquenta", da Globo.

por
  • Reprodução/TV Globo
    Lázaro Ramos diz ter sido vítima de racismo: "É constante na vida do negro"
    Lázaro Ramos diz ter sido vítima de racismo várias vezes

     

Lázaro Ramos afirmou já ter sido vítima de racismo várias vezes e que isso é comum na vida do negro no Brasil. O desabafo do ator foi feito durante conversa com a apresentadora Regina Casé, no programa “Esquenta”, da Globo.

“Já passei por constrangimentos várias vezes, como ir ao supermercado e ser seguido por segurança, por exemplo, isso é constante na vida de um negro. Eu, por ser uma pessoa pública, posso falar aqui, mas sei que o negro, em casa, também está lembrando de se sentir numa situação como essa”, declarou Lázaro.

Ele também aproveitou o espaço no programa para rebater aos críticos de plantão que dizem que esse tipo de desabafo não passa de um “mi-mi-mi”.

“E eu acho que é uma grande evolução a gente poder discutir isso, aqui, [na televisão]. Muita gente fala que isso é ‘mi-mi-mi’, que estamos ‘reclamando de barriga cheia’, que ‘não se deve discutir isso’… Não, acho o contrário, deve se discutir, sim”, defendeu ele.

Para o ator, é necessário debater sobre o racismo por ser uma ferida enorme na nossa sociedade. “E a gente só vai ser um país melhor e pleno quando a gente aprender a admirar todas as características de todas as pessoas e a gente se interessar pelo outro por aquilo que a gente não conhece”, finalizou.

Em março, Taís Araújo, mulher de Lázaro Ramos, já havia sido vítima de ataques racistas, via internet. Três homens foram identificados e presos.

O grupo, porém, foi solto dias depois após pedido do delegado da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), Alessandro Thiers, para converter a prisão temporária dos réus em prisão preventiva

Você também vai curtir