Rio já tem esquema de segurança reforçado para a Olimpíada

por

policia

A poucos dias para o início dos Jogos Olímpicos do Rio, começou para valer o esquema de segurança para a Rio 2016. Desde domingo (24), mais de 80 mil homens de poucas palavras já estão pelas zonas Oeste, Norte e Sul do Rio e a presença deles diz tudo..
“Segurança, segurança com certeza, que a gente está precisando muito aqui no bairro, muito”, disse Glória.
“Em torno do bairro do Engenho de Dentro deu uma melhorada, mas espero que isso não seja só durante as Olimpíadas”.

Quem anda hoje pela Avenida das Américas, na Barra da Tijuca, tem companhia diferente no trânsito. As vias expressas – Linha Amarela e Linha Vermelha – também ganharam um reforço militar.

Em Copacabana, em frente aos aros olímpicos, muito turistas, moradores e também muitos policiais. Policiais militares, agentes da Guarda Municipal, além muitos homens do Exército pelas ruas internas do bairro.

Divisão das Forças de Segurança
A divisão das tarefas entre as Forças de Segurança ficou dividida: o Exército está na Transolímpica de ponta a ponta, na Barra da Tijuca, em Deodoro e no Maracanã, nas vias expressas do Rio, no entorno dos aeroportos e também em sete estações de trem.

A Marinha ficou com o patrulhamento da Orla – de Guaratiba até Niterói -, da Baía de Guanabara e da Lagoa Rodrigo de Freitas. A Marinha também vai patrulhar as rotas olímpicas do Caju a São Conrado.

Os militares da Aeronáutica são responsáveis pelo patrulhamento dentro e também no entorno dos aeroportos.

A Força Nacional garante a segurança dentro das arenas, como no Maracanã, Parque Olímpico e no Engenhão, por exemplo.

A Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Federal cuidam do deslocamento e da segurança de chefes de estado, das comitivas e dos atletas pela cidade.

Durante os Jogos a Polícia Militar vai continuar patrulhando a cidade normalmente. O mesmo vale para a Polícia Civil, que vai reforçar o atendimento em 14 delegacias perto das áreas de competições.

Você também vai curtir