Ao chamar a polícia, Amber não contou sobre agressões de Depp, diz site

Amber Heard não contou aos policiais que atenderam ao chamado dela no último dia 21 que Johnny Depp a agrediu com um iPhone, informou o site TMZ. De acordo com a publicação, assim que os policiais chegaram ao apartamento do casal, não viram nenhum sinal de lesão.

por

Amber Heard não contou aos policiais que atenderam ao chamado dela no último dia 21 que Johnny Depp a agrediu com um iPhone, informou o site TMZ. De acordo com a publicação, assim que os policiais chegaram ao apartamento do casal, não viram nenhum sinal de lesão.

“Não vimos nada, ela sequer insinuou que Depp teria a agredido e nem mencionou o nome dele. Disse apenas que ela e o marido tiveram uma discussão”, afirmou uma fonte da polícia. Como não constataram crime, os policiais deixaram o local sem registrar boletim de ocorrência.

Três dias depois, Amber registrou queixa de agressão contra Jonnhy Depp, que teria ocorrido no mesmo dia em que chamou a polícia em seu apartamento. Uma foto foi tirada logo após o suposto ataque do ator, segundo informou a advogada de Heard ao site TMZ. A atriz alega que no dia da discussão Depp atirou o celular em seu rosto. A imagem divulgada pela atriz mostra um ferimento abaixo do seu olho direito.

                                                                                                                                                                                                                               Warren Toda /EFE

Ao chamar a polícia, Amber não contou sobre agressões de Depp, diz site
Johnny Depp e Amber Heard foram juntos ao Festival de Cinema de Toronto em setembro de 2015

Em um momento de fúria, o ator teria quebrado vários objetos no apartamento onde o casal mora. Amber explicou ao TMZ que estava no celular conversando com uma amiga durante a briga e que o marido, então, tirou o aparelho de sua mão e ela gritou para que a sua amiga chamasse a polícia.

Amber disse que Depp já havia deixado a residência quando as autoridades chegaram ao local. Ao se dar conta do que havia provocado, a atriz contou que Depp ofereceu dinheiro a ela para mantê-la em silêncio – no entanto, sua primeira atitude foi pedir o divórcio no dia 23 pela manhã. Ela também garante ter um vídeo que comprova o comportamento agressivo do marido.

Na última sexta-feira (27), Vanessa Paradis, ex-mulher de Johnny Depp, saiu em defesa do ator na acusação de violência doméstica. A cantora disse que Depp é um homem “amoroso e nunca foi fisicamente abusivo”. Em uma carta divulgada a “quem pudesse interessar”, Vanessa chamou as alegações de Amber de “ultrajantes”.

“Em todos os anos que eu conheço Johnny, ele nunca foi fisicamente abusivo comigo e isso não se parece nada com o homem com quem vivi por 14 anos maravilhosos”, informou na carta.

Lili-Rose Depp, 17, filha do ator, também o defendeu com uma mensagem publicada em seu perfil do Instagram. “Meu pai é a pessoa mais doce e amorosa que eu conheço. Ele é um ótimo pai para meu irmãozinho e para mim, e todo mundo que o conhece diria o mesmo”, escreveu ela, referindo-se ao irmão, Jack, 14. Segundo o site  “Daily mail”, Amber pode conseguir 20 milhões dólares no divórcio.

Você também vai curtir