Marty Mcfly “está” entre nós! O que ele precisaria saber sobre 2015?

Marty Mcfly estaria entre nós nesta na tarde desta quarta caso a trama de “De Volta para o Futuro” fosse mais do que mera ficção. Mais precisamente às 16h29 (horário de Hill Valley), quando ele chega ao futuro alternativo do segundo episódio da franquia, lançado em 1989.

O personagem encontraria um mundo diferente, claro, embora várias previsões feitas no fim dos anos 1980 tenham se mostrado certeiras, como a popularização de drones e dos sistemas de identificação biométrica.

Sabendo disso, o UOL tentou imaginar cinco fatos importantes sobre cultura pop que o personagem do ator Michael J. Fox precisaria saber em 2015. Isso sem mencionar o fato de que hoje ele estaria usando um smartphone conectado à internet para ler este texto, no lugar do formato impresso de jornais e revistas.

Veja abaixo.

Marty Mcfly "está" entre nós! O que ele precisaria saber sobre 2015?

Mcfly extrapola ao tocar a clássica “Johnny B. Goode” em “De Volta para o Futuro”

Marty Mcfly "está" entre nós! O que ele precisaria saber sobre 2015?

Van Halen

Aspirante a guitarrista, Marty Mcfly amava Eddie Van Valen, líder do Van Halen. Quando voltou ao passado em “De Volta para o Futuro 1”, ele mostrou (ou tentou mostrar) toda a influência do virtuose na apresentação que fez no baile da escola dos pais. O que Marty precisaria saber sobre a banda hoje? Várias coisas. A principal: Dave Lee Roth, que havia acabado de sair do grupo em 1985, cedendo lugar a Sammy Hagar, voltaria a banda nos anos 1990 e, depois, em 2007. Outro fato importante (e surpreendente): a atual encarnação da banda não conta mais o baixista Michael Anthony, que foi substituído por Wolfgang Van Halen, filho de Eddie, que nem sequer havia nascido quando o último dos filmes de “De Volta para o Futuro” foi lançado.

Montagem/UOL

Marty Mcfly "está" entre nós! O que ele precisaria saber sobre 2015?

Cinema 3D e shows em holograma: realidades de 2015 da vida real

Marty Mcfly "está" entre nós! O que ele precisaria saber sobre 2015?

Cinema 3D

Em uma das cenas clássicas de “De Volta para o Futuro 2”, que se passa em 2015, Marty é “engolido” pelo holograma de um tubarão na praça de Hill Valley. Na verdade, trata-se de uma propaganda ostensiva de uma continuação 3D do clássico “Tubarão”, de Spielberg. Marty não entendeu muito bem o que era aquilo. E possivelmente ficaria ainda mais perplexo se chegasse aos dias atuais, quando a antiga tecnologia de três dimensões voltou com tudo no cinema. Hoje em dia, vários filmes vem sendo produzidos já de acordo com o formato, como o recordista de bilheteria “Avatar”.

Steven Spielberg e as franquias

Voltando à cena do holograma, vemos que o filme exibido no cinema 3D é nada mais do que o décimo novo da franquia “Tubarão”. OK, ela não chegou a tudo isso. Mas Marty teria de se acostumar com o fato de que hoje vivemos nos tempos dos remakes e continuações. Basta lembrar que, depois de “De Volta para o Futuro”, “Star Wars” ganhou duas novas trilogias, e filmes como “Mad Max” e “Indiana Jones” voltaram a ser feitos. Para o choro dos fãs, “De Volta para o Futuro” é um dos poucos filmes de sucesso que parece estar fora dos planos de Hollywood. Uma era de nostalgia e, por que não, de falta de criatividade.

Reprodução

Marty Mcfly "está" entre nós! O que ele precisaria saber sobre 2015?

O personagem com seus inseparáveis fones de ouvido plugados no walkman

Marty Mcfly "está" entre nós! O que ele precisaria saber sobre 2015?

Walkman

Marty é símbolo da geração “walkman”. Simplesmente, não andava pela cidade sem a companhia de suas fitinhas K-7, sempre carregadas de rock, que eram febre nos anos 1980. Hoje, tudo mudou. Se os discman dos anos 1990 já haviam aposentado o aparelho, os smartphones, tablets e dispositivos eletrônicos da atualidade fizeram a peça virar item de museu. Obrigatoriamente, ele teria que conviver com os botõezinhos touchscreen dos telefones e com uma nova forma de consumir música, por meio de plataformas de streaming como Deezer e Spotify, que levaram os arquivos sonoros (mais uma novidade) para a “nuvem” da internet (outra).

Reprodução

Marty Mcfly "está" entre nós! O que ele precisaria saber sobre 2015?

O rock estava na veia e espírito de Mcfly. Os filhos ouviriam em 2015? Incerto

Marty Mcfly "está" entre nós! O que ele precisaria saber sobre 2015?

Rock em baixa

Vamos ser realistas. Os filhos do Marty Mcfly de 2015 provavelmente não gostariam de rock. Para constatar isso, basta olhar as paradas de sucesso. Os novos representantes do estilo simplesmente sumiram do mainstream, hoje dominado pelo pop. Caso os rebentos do personagem de fato rejeitassem as referências roqueiras do pai, o que parece razoável considerando a fase da pré-adolescência, provavelmente seriam fãs de nomes como Taylor Swift e One Direction. Talvez, se fossem mais rebeldes, algo como Lady Gaga e Miley Cyrus.

Reprodução

Marty Mcfly "está" entre nós! O que ele precisaria saber sobre 2015?

A TV sob demanda, de serviços como o Netflix, provavelmente cairia nas graças de Marty

Marty Mcfly "está" entre nós! O que ele precisaria saber sobre 2015?

TV por demanda

Como todo garoto criado nos anos 1980, Marty não vivia sem televisão. Em “De Volta para o Futuro 2”, ele tem em casa um imenso telão digital com um sem número de canais. Mas, no filme, ele e a família ainda são reféns da velha programação. Ele iria adorar o atual serviço de TV sob demanda, cada vez mais em voga, que popularizou plataformas como o Netflix e Popcorn Time. Nelas, você consegue seu ao mesmo tempo o diretor e espectador da própria emissora de televisão.

Publicidade

Você vai curtir!

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios