“Pode atingir mais gente”, diz Muylaert sobre representar Brasil no Oscar

muhay“A notícia é excelente para a gente”, disse Anna Muylaert sobre seu filme “Que Horas Ela Volta?” ter sido o escolhido do Brasil para concorrer ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 2016. “O filme é popular, mas ainda está em filmes de arte. Espero que a notícia ajude o filme a chegar mais longe, a atingir bem mais pessoas”, disse a diretora por telefone, ao UOL. A diretora também afirmou que agora é fazer o que for preciso para o que o filme conquiste essa vaga. “Não mediremos esforços”, contou ela.

O anúncio foi feito pelo Ministério da Cultura nesta quinta-feira (10), no Rio de Janeiro, logo após reunião da Comissão Especial de Seleção. Durante a divulgação, o crítico Rodrigo Fonseca, integrante da Comissão de Seleção, apontou que “o filme atende não apenas o pré-requisito de visibilidade, com uma carreira internacional premiada, mas fundamentalmente pela qualidade singular”, disse.

No filme, Regina Casé vive Val, uma empregada doméstica que mora com seus patrões. Sua condição e seus direitos começam a ser questionados pela filha Jéssica (Camila Mardila), que deixa o nordeste e vai morar com a mãe em São Paulo para poder prestar vestibular.

Publicidade

Você vai curtir!

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios