Silvia Abravanel continua apresentando o “Bom Dia & Cia”

Reprodução/Instagram/silviaabravanel/ Depois do SBT ter recebido uma notificação judicial na noite de terça-feira (15) proibindo as crianças Matheus Ueta e Ana Julia de apresentarem o “Bom Dia & Cia”,  os advogados da emissora entraram com um recurso na tarde desta quarta-feira para tentar reverter o quadro.

Segundo a assessoria de imprensa, a diretora do núcleo infantil do SBT, Silvia Abravanel, continua na apresentação do matinal enquanto aguarda a decisão do juiz (o que pode demorar cerca de quatro dias).

De acordo com o colunista Mauricio Stycer, do UOL, a determinação judicial que tirou Matheus Ueta e Ana Julia do ar foi de Flavio Bretas Soares, juiz da Infância e Juventude do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região. Foi o mesmo magistrado que impediu esta semana a participação de dois atores mirins no espetáculo "Memórias de um Gigolô”, que estreou em São Paulo. A notificação judicial recebida pelo SBT na noite de terça-feira (15) fala em "adequação de horário" de trabalho das crianças.

de

Silvia Abravanel continua apresentando o "Bom Dia & Cia"

Depois do SBT ter recebido uma notificação judicial na noite de terça-feira (15) proibindo as crianças Matheus Ueta e Ana Julia de apresentarem o “Bom Dia & Cia”,  os advogados da emissora entraram com um recurso na tarde desta quarta-feira para tentar reverter o quadro.

Segundo a assessoria de imprensa, a diretora do núcleo infantil do SBT, Silvia Abravanel, continua na apresentação do matinal enquanto aguarda a decisão do juiz (o que pode demorar cerca de quatro dias).

De acordo com o colunista Mauricio Stycer, do Popzone, a determinação judicial que tirou Matheus Ueta e Ana Julia do ar foi de Flavio Bretas Soares, juiz da Infância e Juventude do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região. Foi o mesmo magistrado que impediu esta semana a participação de dois atores mirins no espetáculo “Memórias de um Gigolô”, que estreou em São Paulo. A notificação judicial recebida pelo SBT na noite de terça-feira (15) fala em “adequação de horário” de trabalho das crianças.

A emissora, que emprega muitas crianças (“Chiquititas”, por exemplo), assegura prestar todo tipo de assistência a seus atores mirins, o que inclui psicólogo, fonoaudiólogo, nutricionista e até professor particular. O SBT também acompanha o desempenho escolar das crianças contratadas. Advogados da emissora vão se reunir ainda nesta quarta-feira com o magistrado para tentar mostrar que Mateus e Ana Julia cumprem horários que não atrapalham suas atividades escolares.

Você vai curtir