John Green defende Cara Delevingne depois de entrevista polêmica para TV

Getty ImagesCara Delevingne Depois de uma entrevista polêmica em que os âncoras de uma TV norte-americana acusaram a estrela de “Cidades de Papel” Cara Delevingne de “não estar a fim” de falar com a imprensa, o autor do livro que originou o filme, John Green, interveio para defender a atriz.

por

John Green defende Cara Delevingne depois de entrevista polêmica para TV

Depois de uma entrevista polêmica em que os âncoras de uma TV norte-americana acusaram a estrela de “Cidades de Papel” Cara Delevingne de “não estar a fim” de falar com a imprensa, o autor do livro que originou o filme, John Green, interveio para defender a atriz.

Green escreveu um ensaio na rede Medium nesta quinta-feira (30) que apoia Delevingne e chama atenção para o fato de que uma das âncoras perguntou se a atriz tinha lido o livro sobre a qual seu filme se baseia. Ele relembrou que durante a turnê de lançamento de “Cidades de Papel” a questão muitas vezes surgiu durante as entrevistas.

“Cara leu o livro (várias vezes), mas a questão é chata – até porque a estrela masculina do filme, Nat Wolff, foi quase sempre perguntado quando ele tinha lido o livro, enquanto Cara foi quase sempre perguntada se ela o tinha lido”, Green escreveu.