Heroína de Paraisópolis, Marquezine ganha apelido nos bastidores: Marizetão

Reprodução/Instagram/starmarquezineTatá Werneck e Bruna Marquezine gravam cenas de "I Love Paraisópolis" no Aeroporto de Cumbica

By

Heroína de Paraisópolis, Marquezine ganha apelido nos bastidores: Marizetão

Tatá Werneck e Bruna Marquezine gravam cenas de “I Love Paraisópolis” no Aeroporto de Cumbica

Jovem de 20 e poucos anos, da periferia, batalhadora, inteligente, criada sem a mãe e que não tem medo de trabalhar. Essa será Marizete, protagonista vivida por Bruna Marquezine em “I Love Paraisópolis, próxima novela das sete, da Globo.

“Sempre fiz mocinhas, mas era sempre a menina frágil, delicada. [Agora], é um desafio, porque ela me tira da zona de conforto, é bem diferente de mim. Tem muita garra, é muito forte, não teve uma história fácil de vida. É muito guerreira, não é muito delicada, a gente a chama de Marizetão [risos]. Acho que é uma imagem mais madura minha na televisão. Por mais que ela seja jovem, é mais mulher, já trabalhou de faxineira, segurança, faz de tudo pela família”, disse Bruna durante gravação no Aeroporto de Cumbica, em São Paulo, nesta quinta-feira (26).

Por conta da trama, que é ambientada em Paraisópolis, uma das maiores comunidades de São Paulo, Bruna está tendo que disfarçar o seu sotaque, já que é carioca e sempre morou no Rio de Janeiro. “Está sendo difícil, estou falando meio paulista, meio carioca, meio retardada. Mando áudio para os meus amigos e eles falam: ‘O que é isso, Bruna?'”, contou.

No folhetim de Alcides Nogueira e Mário Teixeira, Bruna será irmã de criação de Danda, personagem interpretada por Tatá Werneck. Esse é o primeiro trabalho das duas juntas.

“Elas se consideram irmãs, a Mari foi criada pela mãe da Danda desde muito novinha, porque ela perdeu a mãe cedo (ela morre no parto). Elas batalham juntas, são muito amigas, relação de irmãs mesmo. Brigam, discutem, mas se amam acima de tudo, querem ver a outra feliz. É bem a relação que eu tenho com a minha irmã, só que ela é muito mais nova”, disse Bruna se referindo à irmã caçula, Luana.

Durante o bate-papo, Tatá aproveitou para mostrar a sintonia entre as duas e fez uma piada/elogio com a colega de trabalho: “A Bruna foi criada na TV, fundou a Globo junto com o Roberto Marinho, então ela sabe tudo, se concentra muito rápido, ao mesmo tempo em que brinca faz uma cena chorando. Preciso de um tempo pra isso”.

Apesar das gravações dentro da própria comunidade, Marquezine não conseguiu conversar com os moradores locais. “Vou ficar muito feliz se descobrir que existem muitas Marizetes lá”, disse.

Exterior
Bruna e Tatá ainda filmaram em Nova York, nos Estados Unidos, durante 20 dias. Na novela, as personagens vão para a cidade com o objetivo de trabalhar, juntar dinheiro e voltar para o Brasil, onde pretendem comprar uma casa própria.

“A gente acordava às 5h30 e fazia -20°C, era difícil, o autor escrevia: ‘Elas estão com frio’. A gente estava morrendo de frio”, contou Tatá.

“Não foi fácil gravar em Nova York, a gente tinha pouco tempo, não tinha como repetir muito as cenas, a nossa equipe [brasileira] tinha que passar tudo para a equipe americana, não foi fácil. Ficamos bem concentrados, com pouco tempo para curtir”, completou Bruna, que apesar da correria ainda conseguiu acompanhar alguns musicais.

You may also like