Paulo Gustavo rebate críticas de veto de beijo gay: ”Não sou militante”

por

Após polêmicas sobre o suposto veto do beijo entre os personagens Juliano (Rodrigo Pandolfo) e Thiago (Lucas Cordeiro) em Minha Mãe é Uma Peça 3, o criador e protagonista da franquia Paulo Gustavo foi às redes sociais rebater as críticas. Em um longo post no Instagram, o humorista destacou que, no roteiro, a cena nunca existiu.
“Esse momento do casamento trata de uma coisa maior: o orgulho que essa mãe sente ao ver o filho seguir o caminho do amor e casando com quem ele ama! Sendo quem ele quer ser! […] Não é que exista a cena de um casamento, troca de alianças, até que a morte os separe e só não há o beijo. Não existe essa cena dentro do filme”, declarou.
Em seguida, confessou que entende o questionamento, mas se definiu como o alvo errado.

“Precisamos sim enfrentar e combater essa era raivosa e preconceituosa! Eu entendo esses questionamentos, acho legítimo e importante! Mas eu acho que estão mirando no alvo errado!”, disparou.
Por fim, declarou que não é um ativista ou militante e que sua bandeira é sua vida como um todo.
“Não sou ativista, militante, mas sou um ser político! Minha bandeira é minha vida! Sou gay, casado há 6 anos com Thales, meu marido, e somos muito felizes! Agora temos 2 lindos filhos e sou rodeado de amor! E é esse amor que eu quero espalhar pelo mundo!”, finalizou.

Você também vai curtir