TOPO

Morre Edyr de Castro, ex-integrante das Frenéticas

por Redação / Publicado em quarta-feira, 16 jan 2019 11:10 AM / / 391 views


“Abra suas asas, solte suas feras, caia na gandaia, entre nessa festa”. Quem já cantou este verso da canção Dancing Days certamente já ouviu falar nas Frenéticas. O extinto grupo vocal feminino, que fez bastante sucesso na década de 1970, perdeu uma de suas integrantes nesta terça-feira, 15. A cantora e atriz, Edyr de Castro, faleceu aos 72 anos, no Rio de Janeiro.
Edyr morava no Retiro dos Artistas, em Jacarepaguá, desde 2011, e sofria de Mal de Alzheimer. A cantora estava internada por conta de uma pneumonia e veio a óbito por falência múltipla dos órgãos. O velório será nesta quarta-feira, 16, às 10h, na capela 2 do Memorial do Carmo, no Caju, região portuária do Rio. O corpo será cremado às 13h.

Nascida em 2 de setembro de 1946, no Rio de Janeiro, Edyr dividia a carreira como cantora e atriz. Antes de entrar para As Frenéticas, integrava o elenco do musical de sucesso Hair. Mais tarde, também ficou conhecida pelos seus papeis na televisão, em novelas como Roque Santeiro, Por Amor, Cabloca e Sete Pecados, além de séries como Anos Rebeldes e Chiquinha Gonzaga.
Nas redes sociais, famosos lamentaram a morte da atriz. “Edyr de Castro, a mais sábia de todas nós”, escreveu a amiga e ex-integrante das Frenéticas, Leiloca. A cantora Simone também postou uma foto em homanagem a Edyr.

As Frenéticas
Composto por seis mulheres, além de Edyr e Leiloca Neves, Dhu Moraes, Lidoka Martuscelli, Regina Chaves e Sandra Pêra, o grupo As Frenéticas foi formado por Nelson Motta, em 1976. A ideia inicial era que elas fossem garçonetes e fizessem performances na badalada boate carioca The Frenetic Dancing Days Discothèque. Com o fechamento do local, formou-se o grupo.
Entre as canções de maior sucesso, além de Dancing Days, que foi trilha sonora da novela de mesmo nome em 1978, estão Caia na Gandaia e Perigosa.

|