TOPO

Estrelado por Dira Paes, “Divino Amor” divulga primeira cena

por Redação / Publicado em segunda-feira, 28 jan 2019 17:00 PM / / 129 views


“Divino Amor”, dirigido por Gabriel Mascaro, acaba de divulgar sua primeira cena. O longa é o terceiro filme brasileiro a participar dos festivais de Sundance (Utah, Estados Unidos) e Berlim. O filme é uma coprodução entre Brasil, Uruguai, Chile, Dinamarca e Noruega. A previsão de estreia no circuito comercial brasileiro é no primeiro semestre de 2019.

“Divino Amor” conta a história de uma mulher profundamente religiosa que é escrivã de cartório e usa sua posição no trabalho para tentar salvar casais que chegam para se divorciar. Joana (Dira Paes) faz tudo em nome de um projeto maior de fé dentro da fidelidade conjugal. Enquanto espera por um sinal em reconhecimento pelos seus esforços, é confrontada com uma crise no seu próprio casamento que termina por deixá-la ainda mais perto de Deus.

O longa é estrelado por Dira Paes (“Redemoinho”) ao lado de Emílio de Melo (indicado ao Emmy Award pela série “Psi”, da HBO), Julio Machado (“Joaquim”), Thalita Carauta (“O Lobo atrás da porta”), Mariana Nunes (“Carcereiros”), Teca Pereira (“Duas Caras”) e Tuna Dwek (“Meu Amigo Hindu”).

“Divino Amor” é produzido por Rachel Daisy Ellis (“Boi Neon”, “Ventos de Agosto”, “Doméstica”) e coproduzido por Sandino Saravia Vinay (coprodutor de “Boi Neon” e produtor associado de “Roma”, de Alfonso Cuarón), Katrin Pors (produtora de “Pássaros de Verão”, de Ciro Guerra), Augusto Matte (Jirafa, Chile), Maria Erkhovd (Mer film, Norway). O longa é fotografado pelo mexicano Diego Garcia, que também assina a fotografia de “Boi Neon”, tradicional parceiro de Mascaro, que depois depois foi convidado a assinar a fotografia de renomados diretores como Apichatpong, Reygadas e Widing Refn. No Brasil, o filme será distribuído pela Vitrine Filmes e representado internacionalmente pela Memento Filmes.

Sinopse de “Divino Amor”
Brasil, 2027. Uma devota religiosa usa seu ofício num cartório para tentar dificultar os divórcios. Enquanto espera por um sinal divino em reconhecimento aos seus esforços é confrontada com uma crise no seu casamento que termina por deixá-la ainda mais perto de Deus.

|

Comentários no Facebook