TOPO

Iza diz que é uma surpresa se casar este ano e revela detalhes do vestido

por Redação / Publicado em quinta-feira, 22 nov 2018 14:45 PM / / 45 views


Iza, de 28 anos, conheceu o produtor carioca Sergio Santos, de 30, e se apaixonou por ele há apenas um ano. Agora os dois estão de casamento para o final de 2018, data esta que a cantora tem guardado a sete chaves, mas já revelou que a cerimônia será em um campo e começará ao entardecer.

Em entrevista à Marie Claire, a dona do hit Pesadão diz que tudo está correndo bem e contratou uma planejadora de casamentos que está cuidando de todos os detalhes enquanto cumpre sua apertada agenda de shows e compromissos.

“É uma amiga de muitos anos. Eu a conheci quando cantava em um casamento, quando não era conhecida pelo grande público, e ela passou a me indicar para várias outras cerimônias. Prometi que quando eu me casasse iria chamá-la para cuidar de tudo. Ela está tomando conta, resolveu tudo: contratante, documentação, fornecedor. Tem tomado conta de tudo. Este casamento também é uma surpresa para mim. Se no início do ano alguém me dissesse que eu iria casar, possivelmente eu não acreditaria. Estou muito feliz com tudo”, comenta com os olhos brilhantes.

Sobre o vestido, a cantora surpreende e informa que tem dois em mente: um para a cerimônia e outro para a festa que deve durar até o sol raiar.

“Minha inspiração foi bem simples: pensei na imagem que eu gostaria de passar quando entrasse na igreja ou como quero estar nas fotos. Vou usar dois vestidos, um feito pela Julie Vino e outro pela Emannuelle Junqueira”, revela.

Não parece, mas Iza tem somente três anos de carreira como cantora, já conseguiu conquistar seu espaço na mídia e se consolidou como uma das cantoras mais importantes do pop nacional atualmente. Ela afirma que tudo tem acontecido mais rápido do que imaginava e dá todo o crédito de seu reconhecimento não só a estes poucos anos, mas a toda sua bagagem de vida.

“Sempre brinco que a gente se planeja a vida inteira com tudo o que a gente vive. Não acho que foram apenas os três anos de trabalho, mas são 28 anos para estar onde estou hoje, mesmo que eu tenha trabalhado com outras coisas neste entretempo. Fico grata, mas acho que tenho muito o que crescer. Este é o meu primeiro álbum, os passos iniciais e me sinto confortável de fazer tudo no meu tempo porque o público tem sido muito gentil comigo e é incrível poder dividir tudo isso com eles.”

O único problema da fama que conquistou, sem dúvida alguma, é a falta de privacidade com sua vida particular. Iza explica que sempre quis ser reconhecida pelo seu trabalho, porém tem aprendido a lidar com a falta de privacidade.

“Na minha cabeça, sempre quis ser respeitada, saber o que meus fãs acharam e como minha música tem chegado na vida deles, mas os outros aspectos da fama, que são perda de privacidade e uma curiosidade em torno de minha vida pessoal, não gosto. As pessoas acabam glamorizando demais o meio artístico e não tem nada de glamour. É tudo muito corrido, penoso, corrido e estressante. Eu não vejo glamour algum nisso. As pessoas confundem e tenho de explicar que não é isso tudo. Ter de abrir mão da minha privacidade é algo que eu tenho aprendido a lidar”, diz.

Recentemente, a cantora foi a única brasileira a se apresentar no Grammy Latino e concorreu a um Grammy Latino na categoria de Melhor Álbum de Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa pelo seu disco de estreia, Dona de Mim, mas não levou a estatueta para casa. Modesta, ela não encontra nenhuma palavra que a diferencie dos outros cantores de sucesso e prefere elencar suas qualidades particulares.

“Acho que cada uma traz a sua personalidade e não sei dizer em que sou diferente. Cada mulher tem a sua particularidade tenho coisas muito diferentes da Izabela de antes. A gente está sempre mudando e se desenvolvendo. Agora sou uma pessoa completamente diferente do que quando comecei. Acho que sou mais confiante, decidida, corajosa e isso é natural para qualquer mulher. Estamos sempre evoluindo”, determina.

|

Comentários no Facebook