Wanessa Camargo recebe apoio de Anitta após críticas sobre nova música

por

Wanessa Camargo lançou na última sexta-feira, 27, o clipe de sua nova música de trabalho, Mulher Gato. Após receber críticas e ser comparada com outras cantoras, a artista usou as redes sociais para desabafar.

“Eu sempre estou imitando alguém, é engraçado isso. Então eu vou trocar a palavra e dizer que, sim, eu me inspiro em muita gente. Eu me inspiro na Sandy, Anitta, Ludmilla, Claudia Leitte, Ivete Sangalo, Paula Fernandes, Marília Mendonça, Madonna, Beyoncé, Shakira… Sabe por quê? Porque elas são maravilhosas, talentosas, lindas […]. Então parem de dizer isso como se isso fosse uma coisa ruim”, disse ela. E continuou: “Muita gente desmerecendo uma para alavancar a outra, isso não pode mais acontecer – é desrespeitoso! Eu jamais voltarei a ser influenciada pelo machismo e sexismo que vem embutido nesses comentários maldosos. Vamos parar com isso! Não importa o que digam, nós mulheres devemos nos respeitar e se inspirar umas nas outras. A nossa luta é uma só!”.

Ao se ver citada por Wanessa, Anitta decidiu se envolver na polêmica e exaltou o talento da colega de profissão, dando um chega pra lá nos haters. “Não estou te chamando de velha, na verdade queria eu daqui 11 anos portar essa beleza e juventude, mas que eu me lembre quem se acabava de dançar ainda aborrecente com ‘Poderosa, atrevida, ninguém se mete mais na minha vida’ era eu! O clipe está lindo, aquela parte toda em branco é deslumbrante. Você cantou com Ja Rule quando ele era o auge… Você sempre inovou. Cresci sendo fã. Relaxa real. Você está divina, gostosérrima mesmo depois de parir dois pitocos, casada, feliz, rica, trabalhando por prazer. Game over, bebê, esquece”, aconselhou a dona do hit Vai Malandra.

CLIPE DA NOVA CANÇÃO

Gravado nos estúdios Fabriketta, centro de São Paulo, sob comando de Os Primos, como é conhecida a dupla de diretores João Monteiro e Fernando Morais, o clipe de Mulher Gato mostra imagens sensuais de Wanessa, com dança e cenário de tirar o fôlego.

O refrão da música já gerou polêmica pelas estrofes “Leitinho quente quer tomar” e “Me joga pra cima, que eu caio de quatro”, mas a cantora defende a letra afirmando que se trata de uma canção poderosa, atrevida, divertida e empoderada. “Eu estava com vontade de me divertir um pouco em minha música, mas ao mesmo tempo cantar sobre algo que pra mim é libertador. Essa música fala sobre um tema mais sexual. É importante pra mim, como mulher, falar também sobre isso”, afirmou a filha de Zezé Di Camargo.

Veja o vídeo do desabafo:

Você também vai curtir