Gloria Perez faz homenagem nos 25 anos da morte da filha: “Filho não se conjuga no passado”

por

O assassinato de Daniella Perez completa 25 anos nesta quinta-feira (28). A mãe da atriz, Gloria Perez, não deixou de lembrar a data e fez uma homenagem à filha em suas redes sociais.

A autora compartilhou uma montagem com várias fotos de Daniella em seus perfis no Twitter, Instagram e Facebook no fim da noite de quarta-feira (27).

“25 anos é menos que 25 dias, que 25 horas, que 25 segundos. Filho não se conjuga no passado!”, escreveu Gloria Perez no texto que acompanhou as imagens.

25 anos é menos que 25 dias, que 25 horas, que 25 segundos. Filho não se conjuga no passado!

Uma publicação compartilhada por Gloria Perez (@gloriafperez) em

Daniella Perez morreu no dia 28 de dezembro de 1992, aos 22 anos. Na época, a atriz estava no ar com a novela “De Corpo e Alma”, escrita pela mãe. Na trama do horário nobre, a jovem formava par romântico com Guilherme de Pádua, que a assassinou em parceria com a mulher, Paula Thomaz, a golpes de tesoura.

Gloria Perez afastou-se da novela por apenas uma semana, quando “De Corpo e Alma” foi assumida pelos autores Gilberto Braga e Leonor Bassères. No último capítulo, o ator Stênio Garcia leu uma carta escrita pela autora da trama e mãe da atriz assassinada. Anos depois, já fora da prisão, Guilherme de Pádua tornou-se pastor evangélico.

Daniella Perez estreou na TV em “Kananga do Japão”, exibida pela extinta TV Manchete em 1989. Na ocasião, conheceu o marido, Raul Gazolla. Depois, já na Globo, integrou o elenco de “O Dono do Mundo” (1990/1991) e “Barriga de Aluguel” (1990/1991).

Você também vai curtir