Parada LGBTde SP

por


A Avenida Paulista recebeu neste Domingo, 18 de Junho, a 21 edição da Parada do Orgulho LGBT contra preconceito e por estado laico. O tema esse ano foi “Independente de nossas crenças, nenhuma religião é lei! Todas e todos por um Estado Laico”.
Com 19 trios elétricos e a presença de famosos como Anitta, Daniela Mercury, Pablo Vittar, Leandra Leal, Fafá de Belém entre outros, a Parada Gay agitou à multidão em São Paulo levando gays, lésbicas e transgêneros à se reunirem para dançar, se divertir, mostrar sua solidariedade e cobrar respeito aos direitos frente aos ataques no país que mais mata transgêneros.
Famílias com crianças, jovens e veteranos de outras Paradas dividiam espaço na tradicional via paulistana. Contudo, ocorreram também manifestações contra o governo Temer, segundo Nelson Matias, sócio-fundador da ONG Associação da Parada do Orgulho LGBT, organizadora do evento, a hora é de festejar, mas também reivindicar nossos direitos. Bandeiras e leques escrito “fora Temer” e Diretas Já ” foram usadas durante todo o desfile da Parada.

“Nossos direitos estão sob ameaça com este governo golpista “, afirma Matias, que critica a passividade dos brasileiros na luta contra o que ele chamou de retrocesso. “Estamos deitados em berço esplêndido, vendo tudo acontecer”.

 

A atriz Leandra Leal ( ao centro ) no trio Divina Divas, que tem o mesmo nome do documentário que ela lança na Parada Gay
Fafá de Belém desfila em bloco durante a
parada Gay de São Paulo
A cantora baiana Daniela Mercury particio=pa da Parada do Orgulho Gay na Avenida Paulista, em São Paulo
Nelson Martias, um dos organizadores da Parada Gay 2017
Criança participa da Parada Gay em São Paulo
A estudante Natasha Ferreira distribui leques com o lema “Diretas Já” durante a Parada Gay 2017
Protesto contra o Presidente Michel Temer durante a Parada Gay em São Paulo


Você também vai curtir