Policial em nova novela, Vanessa Giácomo dispensou dublê e correu armada

Vanessa Giácomo dispensou dublês em muitas cenas de ação de "Pega Ladrão", título provisório da próxima novela das 19h. Mesmo com a malhação em dia, a atriz de 34 anos, que vive a inspetora de polícia Antônia, não imaginou que as várias sequências do tipo fossem tão pesadas.

por

Vanessa Giácomo dispensou dublês em muitas cenas de ação de “Pega Ladrão”, título provisório da próxima novela das 19h. Mesmo com a malhação em dia, a atriz de 34 anos, que vive a inspetora de polícia Antônia, não imaginou que as várias sequências do tipo fossem tão pesadas.

“Uma coisa é você correr sem nada, outra é correr com colete, arma… Nisso eu encontrei dificuldade, era pesado demais. Eu me sentia o Robocop correndo! Achei que era moleza [risos]. Foi superdivertido e agora estou acostumada, já consigo fazer numa boa com aquele equipamento todo”, conta.

A trama começa com o furto de US$ 40 milhões do cofre do hotel Carioca Palace, num golpe armado por Malagueta (Marcelo Serrado), Julio (Thiago Martins), Sandra Helena (Nanda Costa) e Agnaldo (João Baldasserini). Antônia é a responsável por investigar o caso, que acontece durante a festa de 25 anos da herdeira do hotel, Luiza Guimarães (Camila Queiroz), e tem o empresário Eric Ribeiro (Mateus Solano) como principal suspeito.

Além de aulas de tiro, Vanessa teve contato com policiais durante a fase de preparação.

“Eles nos ensinaram como se portar, como se invade uma casa. É um universo que eu desconheço totalmente. A Polícia Civil não fica na rua o tempo inteiro, mas quando acontece alguma coisa, ela vai desvendar aquele crime.”

“Observei que eles sentam num restaurante sempre de frente para a porta, para ver o movimento. Estão sempre atentos a tudo que acontece. É o tempo inteiro nessa adrenalina. Não deve ser fácil. E isso tudo me ajuda a humanizar a personagem”, conta.

Por ser uma novela das 19h, a história da estreante Claudia Souto, no entanto, vai abordar todo esse imbróglio criminoso com leveza e humor. E também é nessa seara que a atriz foi buscar inspirações para a personagem.

“Apesar de ela ser durona, uma mulher que toma atitude, também tem um humor em cima disso. Uma referência foi ‘Miss Simpatia’, em que a protagonista é meio desastrada. Algumas coisas também dão errado com a Antônia. Ela é desastrada no amor, não sabe lidar muito bem com isso. É um lugar que ela não domina tanto quanto domina a profissão”, analisa.

Julio (Thiago Martins) e Antônia (Vanessa Giácomo) em “Pega Ladrão” Imagem: Estevam Avellar/TV Globo

scrachado de Antônia contrasta com o perfil mais certinho e metódico do irmão, Nelito (Rodrigo Fagundes) com quem divide um apartamento na Tijuca e a quem protege acima de tudo.

“Comédia é quase matemática, tem que ter o tempo certo para soltar uma piada. A minha personagem não é engraçada, mas tem um humor do cotidiano, a comédia de situação. Gosto mais assim, é mais fácil porque não sou comediante. Eu me interessei pela história exatamente por isso, porque a personagem vai para vários caminhos”, diz.

“Eu levo as coisas na brincadeira, não me levo tanto a sério, não. Dou risada com a vida”, afirma.

Como a novela, que substitui “Rock Story”, tem estreia prevista para junho, falta pouco para Raul, 8, e Moisés, 6, verem a mãe de uniforme na TV. “Eles estão curiosos, sempre ficam. É uma novela leve, num horário bem mais tranquilo”, conta a atriz, também mãe de Maria, 2.

“O figurino é um complemento muito importante de qualquer personagem. Quando você está criando, construindo, tende a querer distanciar, mas é seu corpo, sua voz, suas referências. Quando ele é muito diferente do seu dia a dia te coloca num outro momento.”

Você também vai curtir