TOPO

Ouça cinco canções que estão na trilha de “Guardiões da Galáxia Vol. 2”!

por Marta Lima / Publicado em sexta-feira, 21 abr 2017 12:00 PM / / 247 views

Guardiões Da Galáxia (Trilha Sonora)

Uma das melhores sacadas de “Guardiões da Galáxia“, o filme de 2014, foi a sua trilha sonora. Uma mixtape com canções dos anos 60 e 70, divididas entre hits perenes, faixas clássicas e alguns sucessos da época que andavam esquecidos, o álbum destoava totalmente da típica trilha de filme de super-herói.

O disco acabou vendendo mais de um milhão de cópias nos EUA e apresentou nomes como 10 CC, Raspberries e Five Stairsteps para uma nova geração.

Com a iminente estreia da segunda parte do filme – no Brasil marcada para a próxima quinta, dia 27 – uma nova trilha, nos mesmos moldes da primeira, foi preparada. O álbum tem treze canções, em sua maioria da década de 70 (e mais uma 14ª mais recente) e tem faixas de nomes consagrados como George Harrison, Fleetwood Mac e Cat Stevens, e de outros bem mais obscuros – os casos de Looking Glass ou Silver.

Abaixo mostramos cinco canções que estarão no disco que está chegando ao mercado.

Mr. Blue Sky” – ELO – 1977

Na década de 70 a Electric Light Orchestra (ou ELO) vendeu milhões de discos com sua mistura de Beatles, rock progressivo e instrumentos de orquestra. Os críticos não gostavam muito da banda, da banda de Jeff Lynne, mas com o tempo mesmo eles enxergaram a qualidade melódica do grupo, que atingiu o seu ápice nessa canção de 1977, que hoje é considerada um grande clássico da música pop.

Nos anos 80 Lynne produziu George Harrison e Roy Orbison e em 1995 Lynne produziu as gravações que os Beatles remanescentes fizeram a partir de demos de John Lennon. em 2017 o ELO finalmente entrou para o Rock and Roll Hall Of Fame.

Fox On The Run” – Sweet – 1975

O Sweet fazia parte do lado mais leve e pop do glam rock (que tinha David Bowie, Roxy Music como seus maiores baluartes) na primeira metade da década de 70. O grupo emplacou vários hits na parada britânica. Esses eram sempre compostos pelos produtores Mike Chapman e Nicky Chinn, o que levava a acusações de que eles não passavam de uma banda pré fabricada, mesmo que nos álbuns eles tinham direito a colocar mais material próprio.

Em 1975 eles assumiram o controle da carreira, deixaram seu som mais pesado e, ao menos por alguns meses, foram bem sucedidos na nova empreitada. A inesquecível “Fox On The Run” foi usada no trailer da segunda parte de “Guardiões” e lgo sde tornou uma das campeãs de venda no iTunes e de audições nos serviços de streaming. Prova de que o poder de uma boa canção pop não tem prazo de validade.

Surrender” – Cheap Trick – 1978

O Cheap Trick demorou para estourar na América, foi só com seu álbum ao vivo “At Budokan” de 1979 – seu quarto lançamento, que eles conseguiram o merecido sucesso. “Surrender“, se tornaria a canção símbolo da banda – seja em sua versão de estúdio ou na ao vivo – e foi, assim como “Fox On The Run“, cotada para fazer parte da trilha do primeiro filme. Resumindo: antes tarde do que nunca.

Father And Son” – Cat Stevens – 1970

O britânico de ascendência grega Cat Stevens fez muito sucesso com suas baladas introspectivas, das quais essa é um de seus melhores, e mais felizes, exemplos. Desiludido com o sucesso, o cantor se converteu ao islamismo em 1978, mudou seu nome para Yusuf Islam e abandonou a carreira musical quase que por completo.

Em 2006 ele retornou à música ocidental e desde então já lançou três álbuns – todos lançados sob a alcunha Yusuf.

Flash Light” – Parliament – 1978

A trilha da segunda parte de Guardiões da Galáxia abre espaço também para a black music, com essa faixa, tida como uma das mais importantes de todo o pop.

O Parliament era, ao lado do Funkadelic, os dois projetos de George Clinton, que com eles revolucionou a música negra contemporânea. “Flash Light” foi seu maior sucesso, chegando ao primeiro lugar da parada americana de R&B e ao 16° no top 100 americano.

Fonte: Vagalume

|

Comentários no Facebook