Preta Gil abre o jogo: ‘Aprendi a viver com o preconceito e cresci muito’

Cantora fala sobre conquistas e garante que não se intimidou com as críticas e ofensas que já recebeu ao longo da vida (Reprodução/Instagram/@pretagil)

por
Cantora fala sobre conquistas e garante que não se intimidou com as críticas e ofensas que já recebeu ao longo da vida (Reprodução/Instagram/@pretagil)

Alvo de críticas constantes nas redes sociais por conta do peso e da sua cor da pele, a cantora Preta Gil, 42, abriu o jogo durante uma entrevista ao site “Ego” e garantiu que o preconceito que sofre a deixa cada vez mais forte.

“Aprendi que muito do que foi direcionado a mim não era exatamente pra mim, era para a mulher, era para as gordinhas, era para as mulheres que se mostram independentes, era para as mulheres que assumiram seus sentimentos e seus desejos. Com o tempo eu aprendi a conviver com a crítica e preconceito e também cresci muito a partir disso. Fui a luta, fiz grandes amigos, tive grandes conquistas mas tudo isso veio da minha percepção de que eu deveria me aceitar sendo como eu sou e não baixar a cabeça a quem de alguma forma se incomoda com minha liberdade e minha felicidade“, disse ela.

Sobre os planos de ter mais um filho no próximo ano, Preta Gil comentou que certamente será uma mãe mais bacana e experiente do que antes. “Não sei se melhor, mas certamente seria uma mãe mais experiente, diferente da que fui. Uma mãe que já é avó tem o dobro de chance de ser a melhor mãe do mundo. A vida nos ensina a cada dia e nosso caminho é progredir, é ir além, olhar pra frente. Se Deus me permitir ser mãe novamente, eu serei uma mãe bem bacana”, comentou a famosa que é mãe de Francisco, 21.

Você também vai curtir