Praça dá show de bom humor e audiência com programas do passado

A televisão tem coisas interessantes. Na noite da última quinta-feira, reprisando antigas participações de Golias e Jorge Lafond, entre outros, “A Praça é Nossa” levou o SBT ao primeiro lugar de audiência por mais de 50 minutos.

por

A televisão tem coisas interessantes. Na noite da última quinta-feira, reprisando antigas participações de Golias e Jorge Lafond, entre outros, “A Praça é Nossa” levou o SBT ao primeiro lugar de audiência por mais de 50 minutos.

E, isto, num horário que a Globo tinha no ar o “Amor & Sexo”, inclusive com direito a beijos de homem com homem e mulher com mulher durante a sua exibição.

Ganhou também do “Jornal da Globo”, num dia de fatos bem importantes, como naquela hora a já anunciada morte cerebral da ex-primeira dama, dona Marisa, ou da escolha de Edson Fachin para o lugar de Teori Zavascki como novo relator da Laja Jato.

Surpresa? Até que não. Em outros tempos, reapresentando a “Escolinha do Golias”, no começo da noite, o SBT também arrebentou.

É o que se fala do programa de humor divertido, aquele que leva o telespectador a achar graça e até, em alguns casos, chegar ao desatino de uma gargalhada, tão ausente dos nossos costumes nos tempos atuais.

Pelo que se vê por aí e por tudo o que o atual panorama das corridas apresenta, está complicado fazer voltar aqueles bons tempos.

 

 

Você também vai curtir