Documentário sobre os Beatles será exibido nos cinemas brasileiros a partir de amanhã

por

“Eight Days A Week” tem direção de Ron Howard e relembra os anos em que a banda fez turnês

The Beatles

Os fãs dos Beatles finalmente terão a chance de ver o documentário”Eight Days A Week” na tela do cinema. O elogiado filme, terá exibições especiais entre amanhã (2) e o próximo domingo dia 5 em salas de Barueri, Belém, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Juiz de Fora, Maceió, Niterói, Porto Alegre, Recife, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Salvador, São Luis e São Paulo.

“Eight Days A Week”, relembra os anos da “Beatlemania”, aqueles em que os Beatles se apresentaram ao vivo.

Apoiado especialmente em novas entrevistas com Paul McCartney e Ringo Starr e em imagens de arquivo, muitas delas nunca vistas anteriormente, o filme de Ron Howard (de “Uma Mente Brilhante”, 2001), mostra o grupo precisando se adaptar a uma rotina inimaginável de shows para dezenas de milhares de pessoas, histeria coletiva e momentos de real perigo.

The Beatles
Paul McCartney, Ringo Starr e o diretor Ron Howard

Em 1966, cansados de fazerem shows onde mal podiam se ouvir, a banda tomou a corajosa decisão de abandonar os palcos e focar sua energia nos estúdios de gravação.

Em agosto daquele ano, no Candlestick Park em São Francisco, os Beatles fizeram o seu derradeiro concerto para um público pagante – no documentário é possível ver algumas cenas desse que se tornou um dos shows mais importantes já feitos.

O quarteto de Liverpool só tocaria em público novamente em janeiro de 1969 de forma improvisada e sem aviso no telhado da Apple, em cenas captadas para o documentário “Let It Be”.

“Eight Days A Week”, que está indicado ao Grammy de melhor documentário musical, mostra assim a ascensão daquela que se tornaria a banda mais popular de todos os tempos, dos dias em que tocavam no minúsculo Cavern Club de Liverpool no início da década de 60, aos primeiros shows de rock feitos em estádios. O filme assim, se mostra obrigatório não só para quem gosta do quarteto, mas para todos que se interessam pela história da cultura pop.

Fonte: Vagalume

Você também vai curtir