TOPO

Trilha sonora de “Singles” ganhará edição comemorativa de 25 anos

por Marta Lima / Publicado em sexta-feira, 27 jan 2017 12:25 PM / / 298 views

Filme retratou a nascente cena grunge de Sesttle

The Lovemongers
A capa do álbum original

Os 25 anos de “Singles”, a comédia romântica de Cameron Crowe (“Jerry Maguire” e “Quase Famosos”) que usou o nascente movimento grunge de Seattle como pano de fundo, serão marcados pela reedição em formato de luxo de sua trilha sonora.

Quando lançado, o disco do filme que tinha Bridgett Fonda e Matt Dillon no elenco vendeu 2 milhões de cópias. Sua seleção de faixas, muitas inéditas, davam um panorama daquela cena, mas não só. Apesar da ausência notável do Nirvana, as outras grandes bandas da época estavam presentes.

Pearl Jam

Assim o álbum trazia novidades de Alice In Chains (“Would?“), Screaming Trees (“Nearly Lost You“) – os dois maiores sucessos a saírem da trilha – e também de Soundgarden (e de seu vocalista Chris Cornell), Mudhoney e Pearl Jam (ao lado).

O disco também tinha uma canção do Mother Love Bone (a banda que antecedeu o PJ), as duas primeiras faixas solo de Paul Westerberg – que ao lado dos Replacements nos anos 80 influenciou boa parte da geração que levaria o rock alternativo ao topo das paradas na década seguinte – e uma faixa dos Smashing Pumpkins, que eram de Chicago, mas se beneficiaram da explosão daquele cena.

Relembre “Would? do Alice In Chains e ouça os grandes nomes do rock alternativo dos anos 90 na estação dedicada ao rock do Vagalume.FM!

A trilha ainda criava uma ponte com as gerações anteriores de Seattle, com os Lovemongers (projeto paralelo do Heart, cuja vocalista, Nancy Wilson, era então esposa do diretor) e uma faixa de Jimi Hendrix.

A nova edição do álbum virá com um CD extra com trechos da trilha instrumental feitas para o filme, demos, versões ao vivo e “Touch Me I’m Dick”, a paródia de “Touch me I’m sick” do Mudhoney feita pelo Citizen Dick, a banda fictícia do filme que tem o ator Matt Dillon como vocalista.

Fonte: Vagalume

|

Comentários no Facebook