“Nós somos a nova resistência americana”, diz Bruce Springsteen em show na Austrália

por

Cantor falou sobre a “Marcha das Mulheres” e também cantou “Blood Brothers” de improviso em outro momento do show

Bruce Springsteen

Bruce Springsteen deu início ontem (22) em Perth, à sua turnê de verão pela Austrália e Nova Zelândia. Como esperado, ele se manifestou sobre a “Marcha das Mulheres”, que reuniu milhões de pessoas em Washington DC e em outras cidades dos EUA e do mundo.

“Estamos longe de casa, mas gostaríamos de dizer que nossos corações e espíritos estão com os milhares de mulheres e homens que marcharam ontem em todas cidades da América e em Melbourne também”, falou o cantor. “(essas pessoas) Marcharam contra o ódio e a divisão e a favor da tolerância, inclusão, direito à reprodução, direitos civis, justiça racial, direitos dos LGBTQ, igualdade salarial, pelo meio ambiente, pela igualdade de gêneros, pelo serviço médico social e os direitos do imigrantes. Nós estamos com vocês. Nós somos a nova resistência americana”, concluiu.

O primeiro show de Springsteen com a E Street Band de 2017 teve 30 músicas, a maior parte delas compostas e gravadas por ele nos anos 70 e 80 – oito saíram de seus dois primeiros álbuns.

O concerto também teve um momento de improviso. Ele tocou “Blood Brothers“, uma das faixas inéditas presentes na compilação “Greatest Hits” de 1995, à pedido da plateia. Ele não cantava a música ao vivo há quase nove anos.

Veja a performance

Não deixe de sintonizar as estações de rock, rock clássico e também a de flashback do Vagalume.FM para ouvir os hits de Bruce Springsteen!

Fonte: Vagalume

Você também vai curtir