Polêmica com sexo é mal-entendido, diz diretor de “Último Tango em Paris”

ReproduçãoO diretor Bertolucci com os atores Marlon Brando e Maria Schneider Reacendida a polêmica sobre a cena de estupro do clássico filme “Último Tango em Paris”, de 1972, o diretor italiano Bernardo Bertolucci se pronunciou nesta segunda-feira (5) sobre o que chamou de um “ridículo mal-entendido”.

Uma entrevista antiga feita com o cineasta, e divulgada recentemente na internet, revoltou os atores de Hollywood. Nela, o diretor afirmava que a cena de sexo entre os personagens de Marlon Brando e Maria Schneider, não foi consensual. “Fui horrível com Maria porque não lhe avisei o que iria acontecer", disse. "Queria que ela reagisse como uma menina e não como uma atriz".

A cena é uma das mais emblemáticas de Hollywood e envolve o uso de manteiga como lubrificante. Na época, a atriz tinha 19 anos e Brando 48.

Em nota, o cineasta agora afirma que Maria Schneider sabia da cena desde o roteiro: “A única novidade era a ideia da manteiga”.

por
  • Reprodução

    Polêmica com sexo é mal-entendido, diz diretor de "Último Tango em Paris"O diretor Bertolucci com os atores Marlon Brando e Maria Schneider

Reacendida a polêmica sobre a cena de estupro do clássico filme “Último Tango em Paris”, de 1972, o diretor italiano Bernardo Bertolucci se pronunciou nesta segunda-feira (5) sobre o que chamou de um “ridículo mal-entendido”.

Uma entrevista antiga feita com o cineasta, e divulgada recentemente na internet, revoltou os atores de Hollywood. Nela, o diretor afirmava que a cena de sexo entre os personagens de Marlon Brando e Maria Schneider, não foi consensual. “Fui horrível com Maria porque não lhe avisei o que iria acontecer”, disse. “Queria que ela reagisse como uma menina e não como uma atriz”.

A cena é uma das mais emblemáticas de Hollywood e envolve o uso de manteiga como lubrificante. Na época, a atriz tinha 19 anos e Brando 48.

Em nota, o cineasta agora afirma que Maria Schneider sabia da cena desde o roteiro: “A única novidade era a ideia da manteiga”.

“Há vários anos, na Cinemateca Francaise, alguém me pediu detalhes sobre a famosa ‘cena da manteiga’. Eu especifiquei, mas talvez eu não tenha sido claro, que eu decidi com Marlon Brando não informar Maria que usaríamos manteiga”, ele observou. “Nós queríamos sua reação espontânea a esse uso impróprio [da manteiga]. É aí que reside o mal-entendido”.

Aos 75 anos, Bertolucci voltou a falar do assunto após uma ruidosa manifestação nas redes sociais contra as declarações dadas em 2013. “Para todas as pessoas que amam esse filme, o que vocês estão vendo é uma garota de 19 anos ser estuprada por um homem de 48. O diretor planejou o ataque”, escreveu a atriz Jessica Chastain.

Já o ator Chris Evans, que interpreta o Capitão América, afirmou que nunca mais vai olhar para o filme da mesma forma. “Está além de nojento. Sinto raiva”, escreveu.

A atriz Anna Kendrick entrou na discussão e lembrou que a história não foi tratada como uma grande história no passado. “Feliz que pelo menos agora está sendo levada a sério”, concluiu.

Na entrevista antiga, o diretor revelou ainda que não voltou a ver a atriz depois das gravações porque ela o odiava. “Para fazer filmes, às vezes precisamos ser frios”, afirmou. Maria Schneider morreu em 2011. Em 2007, em entrevista a um jornal britânico, ela afirmou que se sentiu humilhada e “um pouco estuprada”, porém não houve sexo real. “Mas mesmo que o Marlon estivesse fazendo não fosse real, eu estava chorando de verdade. Estava com muita raiva”.

Lena Dunham, da série “Girls”, mandou uma mensagem destinada a Schneider. “Eu sinto muito que a arte tenha se tornado dor ao invés de libertação para você”.

Wow. I will never look at this film, Bertolucci or Brando the same way again. This is beyond disgusting. I feel rage https://t.co/

uvaLogvv7I

— Chris Evans (@ChrisEvans) 3 de dezembro de 2016

@ChrisEvans @colliderfrosty I don’t doubt it. It wasn’t treated like a big story then(shocker). Glad at least it will be taken seriously

now

— Anna Kendrick (@AnnaKendrick47) 3 de dezembro de 2016

I second that. This is heartbreaking and outrageous. The 2 of them are very sick individuals to think that was ok. https://t.co/

Ft4SArjcgd

— #EvanRachelWould (@evanrachelwood) 3 de dezembro de 2016

https://t.co/AtRjzqT7Ww So heinous & ugly. Rape is rape and can NEVER be justified or rationalized. Another victim and 2 rapists unpunished.

— Paul Stanley (@PaulStanleyLive) 4 de dezembro de 2016

Você também vai curtir