Diretor diz que cena de sexo em “Último Tango em Paris” não foi consentida

ReproduçãoO diretor Bertolucci com os atores Marlon Brando e Maria Schneider Uma entrevista antiga feita com o diretor Bernardo Betolucci, de "Último Tango em Paris", de 1972, divulgada recentemente na internet, revoltou os atores de Hollywood. Nela, o diretor afirma que a cena de sexo entre os personagens de Marlon Brando e Maria Schneider, não foi consensual.

por
  • Reprodução
    Diretor diz que cena de sexo em "Último Tango em Paris" não foi consentida
    O diretor Bertolucci com os atores Marlon Brando e Maria Schneider

     

Uma entrevista antiga feita com o diretor Bernardo Betolucci, de “Último Tango em Paris”, de 1972, divulgada recentemente na internet, revoltou os atores de Hollywood. Nela, o diretor afirma que a cena de sexo entre os personagens de Marlon Brando e Maria Schneider, não foi consensual.

A cena é uma das mais emblemáticas de Hollywood e envolve o uso de manteiga como lubrificante. Na época, a atriz tinha 19 anos e Brando 48. “Foi uma ideia que tive com Brando na noite anterior à filmagem. Fui horrível com Maria porque não lhe disse o que iria acontecer”, disse o diretor. “Queria que ela reagisse como uma menina e não como uma atriz”.

Nas redes sociais, diversos artistas se manifestaram contra a declaração. “Para todas as pessoas que amam esse filme, o que vocês estão vendo é uma garota de 19 anos ser estuprada por um homem de 48. O diretor planejou o ataque”, escreveu a atriz Jessica Chastain

Já o ator Chris Evans, que interpreta o Capitão América, afirmou que nunca mais vai olhar para o filme da mesma forma. “Está além de nojeto. Sinto raiva”, escreveu.

A atriz Anna Kendrick entrou na discussão e lembrou que a história não foi tratada como uma grande história no passado. “Feliz que pelo menos agora está sendo levada a sério”, concluiu.

O diretor revelou ainda que não voltou a ver a atriz depois das gravações porque ela o odiava. “Para fazer filmes, às vezes precisamos ser frios”, afirmou. Maria Schneider morreu em 2011. Em 2007, em entrevista a um jornal britânico, ela afirmou que se sentiu humilhada e “um pouco estuprada”, porém não houve sexo real. “Mas mesmo que o Marlon estivesse fazendo não fosse real, eu estava chorando de verdade. Estava com tanta raiva”.

Lena Dunham, da série “Girls”, mandou uma mensagem a Schneider. “Eu sinto muito que a arte tenha se tornado dor ao invés de libertação para você”.

Wow. I will never look at this film, Bertolucci or Brando the same way again. This is beyond disgusting. I feel rage https://t.co/

uvaLogvv7I

— Chris Evans (@ChrisEvans) 3 de dezembro de 2016

@ChrisEvans @colliderfrosty I don’t doubt it. It wasn’t treated like a big story then(shocker). Glad at least it will be taken seriously

now

— Anna Kendrick (@AnnaKendrick47) 3 de dezembro de 2016

I second that. This is heartbreaking and outrageous. The 2 of them are very sick individuals to think that was ok. https://t.co/

Ft4SArjcgd

— #EvanRachelWould (@evanrachelwood) 3 de dezembro de 2016

https://t.co/AtRjzqT7Ww So heinous & ugly. Rape is rape and can NEVER be justified or rationalized. Another victim and 2 rapists unpunished.

— Paul Stanley (@PaulStanleyLive) 4 de dezembro de 2016

Você também vai curtir