TOPO

Sol Nascente – “Carol é carente”, diz Maria Joana sobre personagem

por André Sank / Publicado em quinta-feira, 10 nov 2016 15:50 PM / / 505 views
  • Divulgação/ TV Globo / Mauricio Fidalgo)
    Sol Nascente
    Em “Sol Nascente “, Maria Joana interpreta Carol, aliada de César (Rafael Cardoso) para separar o casal protagonista da trama

    Quando recebeu a sinopse de “Sol Nascente”, Maria Joana achou interessante a descrição da de sua personagem: interesseira, manipuladora e que se torna aliada de César (Rafael Cardoso) para afastar o casal protagonistas Mário (Bruno Gagliasso) e Alice (Giovanna Antonelli). Explicitamente, não estava escrito a palavra “vilã” – mas, geralmente, aqueles que atrapalham a vida dos mocinhos da trama estão no time dos maus. Aos 30 anos e em sua oitava novela na Globo, a atriz até concorda com essa linha de raciocínio, mas defende a sua primeira antagonista em uma novela.

“Acho que na vida ninguém é sempre bonzinho e nem mau o tempo todo porque tudo depende da situação, do momento. A Carol é ambiciosa, sim, ela passa por cima das pessoas e dos sentimentos das pessoas, mas ela age assim porque é uma mulher extremamente carente, que não sabe lidar com o amor. O que me acalenta, me sossega, é que essa personagem vai viver uma reviravolta daqui a pouco na trama”, deixa escapar a atriz, fazendo uma referência à gravidez de sua personagem. “Por enquanto, ela trata o bebê como um negócio, um bussiness tanto que ela pede os R$ 2 milhões ao César para não abortar e jurar que o filho é do Mário, mas a criança vai mexer com ela”.

Maria Joana garante que ainda é cedo para saber o que vai acontecer com Carol nos próximos capítulos. “Claro que eu queria que ela se regenerasse, coisa da Maria Joana, uma pessoa boa, mas confesso que é tão legal quando ela apronta, tem um frescor, uma dinâmica que eu estou gostando muito de interpretá-la. Toda a raiva que eu tenho da vida eu coloco na Carol”, brinca.

Divulgação/Tv Globo/: Hellen Couto

Sol Nascente
A atriz teve aulas para pilotar uma moto como a de Carol

A atriz diz que se diverte com os comentários das ruas: “As pessoas chegam perto de mim e comentam que adoram me odiar, que eu deveria parar de tentar separar o casal e eu concordo. Como espectadora, eu chego até dó do casalzinho! Adoro esse contato com as pessoas, esse feedback direto”.

Para interpretar a personagem, Maria Joana precisou aprender a pilotar motos de grande porte. E, como Carol, a atriz é louca por tatuagens. Com exceção da naja nas costas, todas os outros 14 desenhos são verdadeiros. “Comecei com 15 anos e não parei mais. Amo tatuagens, mas tudo muito discreto e em lugares não tão visíveis para não atrapalhar a minha carreira ou me faça perder um papel, por exemplo”.

|