TOPO

Priscylla erra bolo pelado de limão e é eliminada do “MasterChef”

por André Sank / Publicado em quarta-feira, 09 nov 2016 11:33 AM / / 469 views
  • Reprodução/Band
    Priscylla erra bolo pelado de limão e é eliminada do "MasterChef"
    Priscylla Luswarghi é eliminada do “MasterChef Profissionais” nesta terça-feira (8)

     

Priscylla Luswarghi foi eliminada do “MasterChef Profissionais” nesta terça-feira (8). A competidora preparou uma releitura de torta de limão que desagradou os jurados Erick Jacquin, Henrique Fogaça e Paola Carosella.

A candidata serviu ao júri um naked cake (ou bolo pelado) de limão. Fogaça criticou a rodela crua de limão que Priscylla usou para decorar o prato: “Essa rodela de limão… é difícil avaliar seu prato, uma pena”. Paola reprovou a massa do prato. “A massa está um pouco crua, você pode torrar na frigideira, cortar e torrar dentro do forno, cortar mais fino, fazer lascas, e não montar uma torre”. “Foi péssima a escolha do prato, só percebi isso depois.

“não tem gosto de torta de limão embaixo. “A conta vem depois da sobremesa, não antes”

Na prova de eliminação, chamada teste de reinvenção, Dário, Dayse, Ivo e Priscylla tiveram que fazer uma releitura de uma sobremesa conhecida pelos brasileiros. Dário sorteou a torta de limão para o grupo.

Dayse e Dário receberam elogios do júri, e a competidora foi eleita vencedora da prova.

Classificação teve caramelo e cozinha portuguesa

O teste de classificação foi dividido em duas etapas. Na prova de pressão, os participantes prepararam em 20 minutos esculturas com caramelo, receita que Paola Carosella fazia quando trabalhou na França 25 anos atrás.

Os competidores tiveram dificuldade para transformar o açúcar em caramelo, e Priscylla contou com a ajuda de Dayse, o que custou a ela a saída da prova. A chef confessou que não havia feito o caramelo e foi direto para a prova de eliminação.

O tema da segunda etapa, prova de serviço, foi a visão brasileira da culinária portuguesa. Os concorrentes se dividiram em dois times (João, Marcelo e Fádia, de avental verde, contra Dário, Ivo e Dayse, de avental vermelho). O chef português Vitor Sobral julgou os pratos, servidos para um grupo de pessoas

A tensão tomou conta durante o preparo das receitas e sobrou até para o garçom, que anotou o pedido errado e levou bronca de Fogaça. A equipe verde foi escolhida vencedora da prova, e o time vermelho recebeu críticas do júri, que chamou o grupo de “desorganizado” e “bagunçado”.

|

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *