TOPO

Escondida, filha de Dedé vira atriz: “Ele tomou susto ao me ver no teatro”

por Bibi Toledo / Publicado em segunda-feira, 14 nov 2016 14:39 PM / / 461 views
  • Arquivo Pessoal

    Escondida, filha de Dedé vira atriz: "Ele tomou susto ao me ver no teatro"
    Yasmim Sant’anna nos bastidores de gravação de “Shaolin do Sertão”

Dedé Santanna bem que tentou convencer a filha a não investir na carreira de atriz. Yasmim Sant’anna, 20, cresceu sem ver o pai no auge da carreira em “Os Trapalhões”, mas ouviu boas histórias dele e garante que a paixão pela arte está em seu sangue. Embora Dedé não tenha apoiado no início, ela investiu em um curso de interpretação escondida do pai e viu o jogo virar quando subiu ao palco, em 2013.

“Ele tomou um susto quando me viu no teatro. Assistiu, gostou e começou a me apoiar. Sempre que estou com um texto, estudando alguma coisa, eu pergunto para ele ou peço uma ajuda, e aí ele me dirige. A gente tem uma troca maravilhosa, acho que foi Deus que me deu uma oportunidade de nascer filha de um cara desses. É um puta professor que tenho em casa. Ele me conta cada história da época de ‘Os Trapalhões’ e do circo, porque ele nasceu no picadeiro, então sempre foi artista, nunca foi outra coisa”, diz Yasmim.

Arquivo Pessoal

Escondida, filha de Dedé vira atriz: "Ele tomou susto ao me ver no teatro"
Yasmim em momento de descontração com o pai Dedé Santana

As dificuldades encontradas ao longo da carreira e a instabilidade profissional foram os principais motivos para Dedé não apoiar a filha nesta decisão. “Essa profissão depende muito da sorte também. Como eu penei muito, eu caí, levantei, caí, levantei, não tem uma estabilidade, eu queria que ela fizesse outra coisa. Tenho uma filha que é psicóloga e a Yasmim dizia que ia estudar para ser advogada e me enganou. Quando vi, ela estava fazendo uma peça. Fui assisti-la, ela era a atriz principal, e depois disso falei que ela não tem que fazer outra coisa, não. Tem que fazer isso mesmo”, conta Dedé .

Passado o susto da estreia, pai e filha estão juntos em dois filmes que está em cartaz nos cinemas. Na comédia “Shaolin do Sertão”, Yasmim faz a mesma personagem de Fafy Siqueira (Dona Zefa) quando jovem. Já no longa de ficção científica “A Repartição do Tempo”, escrito e dirigido por Santiago Dellape e Davi Mattos, ela é Kellen, uma atendente de telemarketing que tira qualquer um do sério. Ela também está trabalhando na peça “Violetas na Janela”, uma adaptação do livro espírita psicografado pela médium Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho, que está em cartaz no Teatro Abel em Niterói, Rio de Janeiro.

“Desde criança, sempre fui apaixonada por cinema, por filme, por ‘Harry Potter’, então eu sempre quis fazer parte deste mundo. E meu pai, a família dele é toda circense, então desde sempre fui ao circo. Quando eu era pequena, lembro que uma vez tentei fugir para o circo. Queria ser palhaça, contorcionista. Queria ser modelo que nem minha mãe, fui dançarina durante muitos anos. Acho que não foi uma coisa que decidi fazer, acho que nasceu comigo. Nunca quis ser outra coisa, veio de sangue mesmo”, diz ela, que é filha de Dedé com a ex-modelo Christiane Bublitz.

Arquivo pessoal

Escondida, filha de Dedé vira atriz: "Ele tomou susto ao me ver no teatro"
Yasmim Sant’anna atua ao lado de Ana Rosa e elenco na peça “Violetas na Janela”

Yasmim acredita que falta espaço para novos talentos na televisão. Ela aguarda uma oportunidade para fazer sua estreia, mas sem esquecer que ser atriz é muito mais do que um rostinho famoso. “Ser ator já é uma profissão bem complicada por si só, é uma profissão muito difícil. No Brasil, se torna um pouquinho mais complicado porque a maioria da população acha que você só é ator se está em uma novela. E ser ator não é só novela, é muito mais que isso”.

Dedé concorda com a filha. O humorista torce para que eles sejam chamados para algum projeto na TV e diz que tem vontade de fazer uma novela. “Torço para ela ir para a TV, mas é muito difícil. Não conheço nenhum diretor de novela, senão já teria pedido para fazer um teste com ela e até comigo mesmo, que eu também toparia fazer novela. Estou parado”.

A jovem atriz sonha em contracenar com seus ídolos e tem uma lista extensa de nomes: Vera Holtz, Susana Vieira, Regina Duarte, Selton Melo, Tony Ramos, Tarcísio Meira, Alice Braga, Rodrigo Santoro e Marina Ruy Barbosa são alguns deles.

“Acho que ainda vou descobrir muita coisa como atriz. Ainda sou muito nova e estou só começando. Sou muito feliz e me divirto muito como atriz. Acho que a partir disso, a partir do momento que estou feliz, só quero conseguir me sustentar com essa profissão. Quero viajar, conhecer gente, aprender. Quero fazer muita TV, muito teatro, cinema. Quero trabalhar de segunda a segunda, quero conhecer meus ídolos, quero crescer como pessoa”.

|

Comentários no Facebook