Com Santoro, “Ben-Hur” levou MGM a prejuízo de US$ 48 milhões no trimestre

O remake do longa “Ben-Hur”, em que o brasileiro Rodrigo Santoro interpreta Jesus Cristo, virou uma dor de cabeça para os estúdios MGM.

por

O remake do longa “Ben-Hur”, em que o brasileiro Rodrigo Santoro interpreta Jesus Cristo, virou uma dor de cabeça para os estúdios MGM.

O épico dirigido por Timur Bekmambetov e estrelado por Jack Huston resultou em um prejuízo de US$ 48 milhões no balanço do terceiro semestre de 2016.

Segundo a imprensa internacional, essa informação foi confirmada pela companhia e repassada a investidores em seu relatório trimestral nesta semana.

“Nossos resultados no terceiro trimestre foram impactados negativamente por conta do desempenho insuficiente substancial de Ben-Hur”, disse o presidente da MGM, Gary Barber, em reunião.

Enquanto a receita bruta do estúdio de cinema e TV aumentou mais de 41% em relação ao terceiro trimestre de 2015, para US$ 299 milhões, a receita líquida caiu de US$ 124 milhões para apenas US$ 12 milhões.

A MGM, no entanto, também atribui esse declínio percentual acentuado de receita a um benefício fiscal concedido no mesmo período de 2015.

Orçado em US$ 100 milhões, “Ben-Hur” arrecadou apenas US$ 94 milhões no mundo, número muito abaixo da expectativa do estúdio e de seus investidores.

Com isso, as receitas de bilheteria para os três meses terminados em setembro caíram 65%, para US$ 1,9 milhão.

Esse resultado deve ser em parte compensado no quatro trimestre com outro remake, de “Sete Homens e um Destino”, que estreou em 23 de setembro nos e EUA e faturou mais de US$ 160 milhões no mundo.

Divulgação

Com Santoro, "Ben-Hur" levou MGM a prejuízo de US$ 48 milhões no trimestre
Passagem de “Ben-Hur” em que Jesus (Rodrigo Santoro) é crucificado

 

História diferente

Lançado em agosto nos EUA, “Ben-Hur” é baseado na história bíblica que já foi transposta para o cinemas em 1925 e 1959.

Este último, dirigido por William Wyler, é um considerado um dos maiores clássicos da história do cinema, vencedor de recordes 11 estatuetas do Oscar.

Na versão mais recente, a trama é focada no período anterior à tomada de Jerusalém pelo Império Romano, mostrando os primeiros anos da vida do protagonista Judah Ben-Hur (Jack Huston).

Jesus Cristo (Santoro), que pouco é explorado no longa clássico, ganhou um enredo paralelo, incluindo a dramática passagem em que é condenado por por Pôncio Pilatos e crucificado.

No elenco do filme, que foi visto por mais de 1,3 milhão de pessoas no Brasil, também estão Pedro Pascal, Olivia Cooke e Ayelet Zurer.

Você também vai curtir