TOPO

Com Negan no comando, “Walking Dead” assume lentidão e terror psicológico

por André Sank / Publicado em segunda-feira, 14 nov 2016 14:27 PM / / 334 views
  • Reproduçao/Fox
    Com Negan no comando, "Walking Dead" assume lentidão e terror psicológico
    Rick (Andrew Lincoln) recebe ameaças de Negan (Jeffrey Dean Morgan) no quarto episódio de “The Walking Dead”

     

Menos zumbis, mais terrorismo. No quarto episódio de sua sétima temporada, exibido na madrugada desta segunda (14) pelo Canal Fox no Brasil, “The Walking Dead” assumiu de vez o ritmo mais lento, característica já observada nos capítulos que seguiram a sangrenta estreia.
Com o vilão Negan (Jeffrey Dean Morgan) novamente no centro dos acontecimentos, o episódio, intitulado “Service”, mostrou o líder dos Salvadores saqueando Alexandria e levando o terror psicológico ao nível mais alto.

“Sei que causei uma primeira impressão incrível”, afirmou ele em sua nova aparição, como que mandando um recado aos telespectadores. Ciente de que sua mensagem ao matar Glenn (Steven Yeoun) e Abraham (Michael Cudilitz) foi inteiramente captada, Negan deixou até mesmo sua arma de estimação, Lucille, de lado, e tocou o terror apenas com palavras.

Abusando da ironia e do sarcasmo, Negan pediu que Rick (Andrew Lincoln) segurasse Lucille durante todo o episódio. Além de saquear metade de toda a comida, móveis e colchões, ele ainda decidiu levar todas as armas de Alexandria.

No momento mais tenso do episódio, o vilão ameaçou matar Olívia (Ann Mahoney), a responsável pelo inventário das armas, caso dois revólveres desaparecidos não fossem achados. “Posso passar o dia inteiro matando homens, mas não gosto de matar mulheres”, ameaçou.

A conturbada relação de Negan com mulheres apareceu ainda em mais dois momentos. Quando ele perguntou por Maggie (Lauren Cohen) dizendo ter interesse em “preencher o vazio” deixado pela morte de Glenn e quando elogiou a postura de Michonne (Danai Gurira) após entregar uma animal recém-abatido para o vilão. “Adoro quando uma mulher me paga o jantar e não espera que eu a coma”.

Para encerrar seu ritual macabro, Negan ainda negou o pedido de Rick para que ele libertasse Daryl (Norman Reedus) e saiu de cena celebrando a rendição do rival. “Acabei de enfiar meu p* na sua garganta e você me agradeceu por isso”.

|