TOPO

Após desistir de vaga ao Oscar, “Boi Neon” vai representar o Brasil no Goya

por Bibi Toledo / Publicado em terça-feira, 13 set 2016 13:20 PM / / 337 views

ggg

Um dia depois de “Pequeno Segredo”, de David Schürmann, ser escolhido para representar o Brasil na corrida ao Oscar, o longa-metragem “Boi Neon”, de Gabriel Mascaro, vai disputar uma vaga na categoria de Melhor Filme Ibero-Americano na 31ª edição do Prêmio Goya.

A premiação, organizada desde 1987 pela Academia das Artes e Ciências Cinematográficas da Espanha, acontece em fevereiro de 2017. Os finalistas serão anunciados até dezembro.

“Boi Neon” foi escolhido para representar o Brasil a partir de uma lista de 17 filmes, entre eles “A bruta flor do querer”, de Andradina Azevedo e Dida Andrade; “A grande vitória”, de Stefano Capuzzi Lapietra; “Até que a casa caia”, de Mauro Giuntini; “Califórnia”, de Marina Person; “Chatô, o Rei do Brasil”, de Guilherme Fontes; “Damas do samba”, de Susanna Lira; “Invasores”, de Marcelo Toledo; “Miller & Fried, de Luiz Ferraz; “Nise – o coração da loucura”, de Roberto Berliner; “O outro lado do paraíso”, de André Ristum; “O roubo da taça”, de Caito Ortiz; “Para minha amada morta”, de Aly Muritiba; “Pequeno segredo”, de David Shurmann; “Ralé”, de Helena Ignez; “Trago comigo”, de Tata Amaral; e “Tudo que aprendemos juntos”, de Sérgio Machado.

“Boi neon” fez uma premiada carreira no Brasil e no exterior, com destaque para o Prêmio Especial do Júri Orrizonti no Festival de Veneza e para os prêmios de melhor filme no Festival do Rio e nos festivais de Cartagena, Adelaide e Varsóvia. O site Indiewire considerou o filme a “grande descoberta” do Festival de Toronto em 2015.

Nas semanas que antecederam a escolha de “Pequeno Segredo” para o Oscar, o diretor Gabriel Mascaro retirou seu filme da disputa contra a indicação de Marcos Petrucelli à comissão responsável para a escolha na Academia. O crítico paulistano se manifestou contra o protesto político do elenco de “Aquarius”, filme de Kleber Mendonça Filho, no último Festival de Cannes.

A comissão de seleção para o Goya foi composta por profissionais distintos à comissão para o Oscar.

|