Premiada na Europa, HQ brasileira “Tungstênio” vai virar filme

Premiada no prestigiado Festival Internacional de Quadrinhos de Angoulême, a HQ brasileira "Tungstênio", de Marcello Quintanilha, será adaptada para o cinema, com direção do cineasta Heitor Dhalia ("O Cheiro do Ralo" e "Serra Pelada").

por
Capa do livro "Tungstênio", de Marcello Quintanilha
Capa do livro “Tungstênio”, de Marcello Quintanilha

Premiada na última edição do festival francês de quadrinhos de Angoulême, na França, a HQ brasileira “Tungstênio”, de Marcello Quintanilha, será adaptada para o cinema, com direção do cineasta Heitor Dhalia (“O Cheiro do Ralo” e “Serra Pelada”).

Parceria da Paranoid com a Globo Filmes, o longa terá Marçal Aquino e Fernando Bonassi como roteiristas e consultoria artística de Guel Arraes. As filmagens devem começar em novembro deste ano em locações na Bahia.

Ainda não há previsão de lançamento nem de quem serão os protagonistas da história.

Lançado em Portugal e na França em 2015, logo após sair no Brasil, a história é o quadrinho brasileiro mais premiado e elogiado pela crítica especializada nos últimos anos.

Com traços em preto e branco e narrativa realista, a HQ “Tungstênio” é centrada nos conflitos de quatro personagens tipicamente brasileiros, que se cruzam na história.

São eles um policial movido por instintos, sua mulher, que está decidida a se separar, um traficante, cujo principal interesse é apenas sobreviver, e um ex-sargento do exército saudoso da vida no quartel.

Lançado em Portugal e na França em 2015, logo após sair no Brasil, a história é o quadrinho brasileiro mais premiado e elogiado pela crítica especializada nos últimos anos.

o-quadrinista-marcello-quintanilha-1401964994519_615x300

Você também vai curtir