TOPO

“O mundo vive sem a Globo”, diz Fábio Porchat sobre talk show na Record

por Redação / Publicado em terça-feira, 23 ago 2016 09:50 AM / / 382 views
  • Reprodução/Instagram/Record
    "O mundo vive sem a Globo", diz Fábio Porchat sobre talk show na Record
    Fábio Porchat apresenta o “Programa do Porchat” nos estúdios da Record, em São Paulo

    A dois dias de estrear seu próprio talk show na Record, o humorista e apresentador Fábio Porchat está otimista. “O que é raro porque sou muito pessimista na vida”, disse ele durante evento de apresentação do programa nesta segunda-feira (22).

Animado com o conceito “menos talk, mais show” do “Programa do Porchat”, o humorista disse não temer a proibição de entrevistar contratados da Globo no programa. “Isso naõ me dá tanto medo porque o Danilo [Gentili] está há cinco anos fazendo talk-show sem nenhuma estrela global. E ta aí, felizão, líder volta e meia. O Jô, quando estava no SBT, também sem nenhuma estrela global, também deu super certo. Acho que assusta mais na teoria do que na prática. ‘Ih, não vai ter nenhum global’, mas aí quando você vê o mundo vive sem a Globo. Tem um monte de gente, de cantor, de esportista, de gente que tá na Globo hoje, mas sai amanhã. Eu entrevistei o Pedro Cardoso que há um ano e meio era impossível de entrevistar. Isso não me assusta, não e eu sigo o exemplo dos colegas, do Danilo e do Jô”.

Apesar de já ter entrevistas gravadas com Sasha, Pedro Cardoso e Wesley Safadão, Porchat afirma que ainda não definiu o convidado da estreia. “Vamos gravar na própria quarta-feira antes de estrear”, avisa. “Nossa ideia é gravar todo o dia pouco antes de ir ao ar, não faz sentido ser antes, temos que ter a sensação de que está quente a notícia”, explica.

Porchat diz ainda que quer entrevistar todo o elenco da Record. “Todos os apresentadores me receberam muito bem, todos se mostraram dispostos a participar. Eu vou usar todo mundo da Record, até o último figurante de ‘Os Dez Mandamentos'”, brincou.

“Quero que seja do meu jeito”

Segundo Porchat, a atração “vai ter de tudo”: famosos, anônimos, stand-up e esquestes. “Foi uma parceria muito interessante com a Record e a Eyeworks. Quando eles me procuraram eu não queria de imediato. Estava envolvido com o Porta dos Fundos, filmes. Depois me apresentaram o projeto, gostaram do que eu queria, me deram toda liberdade e foi ótimo. A chamada do programa eles aceitaram a ideia na hora, até assustei. Quando cheguei, eu disse: “Quero que seja do meu jeito”, e eles toparam, entramos em acordo e foi legal que as ideias bateram muito”, conta Porchat.

Para colocar a atração no ar, Porchat conta com uma equipe de 25 pessoas, a banda Pedra Letícia e o humorista Paulo Vieira. Além disso, o processo de concepção do programa contou com visitas a gravações de talk-shows norte-americanos. “Fiquei em Los Angeles, vi gravação do Connon O’Brien, Jimmy Kimmel. Fui para lá entender um pouco disso. Também tenho conversado bastante com apresentadores daqui, como Justus, Marília Gabriela, Luciana Gimenez e o Jô. Vou sempre ouvir os mais experientes”, diz Porchat.

Ele ainda conta que recebeu conselhos dos produtores dos programas que visitou nos Estados Unidos. “Lá fora os produtores me deram dicas: ‘Seja quem você é, tente ser o mais honesto possível com você mesmo’. Faça o que você tem que fazer melhor. E o Jô ressaltou isso aqui para mim: “‘Seja você'”

 

|