TOPO

Novela, sexo com DiCaprio e hóquei: Margot Robbie antes de Jane e Arlequina

por Bibi Toledo / Publicado em sábado, 06 ago 2016 11:58 AM / / 1602 views

Estrela de novela

margot-robbie-em-cena-de-o-lobo-de-wall-street-2013-1470430783324_615x300
Margot Robbie em cena de “O Lobo de Wall Street” (2013)

Margot Robbie é o tipo de atriz que você provavelmente já tinha visto antes, mas que agora não tem mais como esquecer seu rosto ou seu nome. A australiana de 26 anos está em cartaz nos cinemas simultaneamente como a Jane, de “A Lenda de Tarzan”, e a Arlequina de “Esquadrão Suicida”. A nova adaptação do rei da selva lidera as bilheterias do Brasil há duas semanas e deve ser derrubado justamente pelo filme estrelado pelos vilões da DC Comics.

Jovem, linda e talentosa, a atriz estreou profissionalmente na carreira há oito anos e coleciona interpretações ao lado dos maiores nomes do cinema. Só com Will Smith são dois filmes no currículo. Eles formam um par romântico em “Golpe Duplo” e voltaram a se encontrar em “Esquadrão Suicida” como Arlequina e Pistoleiro.

Mas foi ao lado de Leonardo DiCaprio que Margot Robbie ganhou todos os holofotes em 2013, como Naomi, a mulher sexy e nada ingênua de Jordan Belfort em “O Lobo de Wall Street”. O papel no filme de Martin Scorsese rendeu nove nomeações e três prêmios a atriz e abriu as portas definitivamente para sua carreira meteórica em Hollywood.

Foi também no filme de Martin Scorsese que ela protagonizou sua primeira cena de sexo com um dos atores mais cobiçados de Hollywood. O que poucos sabem é que ela hesitou antes de aceitar viver o par romântico de Leonardo DiCaprio.

“Quando eu li o roteiro eu pensei: ‘eu não tenho nada em comum com essa mulher, eu odeio ela’. Foi bastante complicado mudar de ideia. Mas aí vi que era um mundo completamente masculino e eu tinha que estar lá em busca do meu espaço”, declarou a atriz à revista Vogue em junho. Deu certo. Hoje Margot Robbie se prepara para estrelar um filme solo da Arlequina, já confirmado pela DC.Nascida na Austrália no dia 2 de julho de 1990 e criada na Gold Coast, Margot viveu praticamente isolada em um casarão a poucas quadras da praia com sua mãe e três irmãos até o final da adolescência, quando partiu para Melbourne em busca de seus primeiros trabalhos. “Eu não decidi ‘vou ser uma atriz’, eu nem sabia que isso era um trabalho”, ela contou à Vanity Fair americana, da qual é a capa deste mês.

“Eu achava que só pessoas nascidas em Hollywood podiam atuar. Mas eu fazia minhas apresentações em casa, assistia a vídeos várias vezes e acabava decorando todos. Fiz teatro na escola e participava de todas as peças apenas porque eu gostava de fazer aquilo”, lembra Margot sobre sua pacata infância.

Eu achava que só pessoas nascidas em Hollywood podiam atuar
Margot Robbie, atriz australiana, à revista Vanity Fair

Divulgação

Novela, sexo com DiCaprio e hóquei: Margot Robbie antes de Jane e Arlequina
Margot Robbie e Rodrigo Santoro em cena do filme “Golpe Duplo” (2015)

Depois de fazer alguns filmes de baixo orçamento na Austrália, a atriz decidiu arriscar uma ligação para uma executiva de “Neighbours”, uma espécie de “Malhação” australiana. O novelão é exibido no país há mais de 30 anos e revelou diversos talentos ao mundo, como Russell Crowe e os irmãos Chris e Liam Hemsworth.

Era 2007 e a equipe de “Neighbours” estava em busca de uma menina de 17 anos para o elenco. Margot Robbie se encaixava em todas as qualidades. Em 2008, ela estreava na novela como Donna Freedman. Ficou lá até 2011.

Margot buscava voos mais altos. Resolveu se arriscar em Los Angeles e pediu uma morte espetacular para encerrar sua participação na tradicional novela australiana.

Seu pedido não foi atendido. Donna Freedman ganhou uma bolsa para estudar moda em Nova York e assim Margot Robbie se despediu da Austrália com a garantia de volta caso não conseguisse o sucesso na América.

Ascensão em dois anos

A mudança para os Estados Unidos reacendeu uma antiga paixão da atriz: o hóquei. “Eu sempre quis jogar hóquei no gelo na Austrália, não bem o por quê, mas não tinha gelo onde eu morava. Era muito quente lá, uma cidade litorânea. Então eu jogava hóquei tradicional. Quando eu mudei para os EUA tive a oportunidade de jogar em um time quando estava desempregada como atriz, mas aí fui chamada para a série e não pude mais jogar”, lamenta a atriz, que passou a torcer para o New York Rangers, time que costuma ter Margot Robbie em suas arquibancadas,

Reprodução/Instagram/@margotrobbie

Novela, sexo com DiCaprio e hóquei: Margot Robbie antes de Jane e Arlequina
Margot Robbie em um jogo de hóquei

Ainda em 2011, Margot Robbie foi escalada para o papel da comissária de bordo Laura Cameron na série de TV “Pan Am”. A série só durou uma temporada, até fevereiro de 2012, mas era apenas o início da carreira dela de atriz de Hollywood.

Margot Robbie apareceu em “O Lobo de Wall Street” e “Questão de Tempo” um ano depois de deixar o elenco de “Pan Am”. Em 2014, ela ganhou um papel ao lado de Michelle Williams em “Suíte Francesa”, produção com menos bilheteria do que os dois filmes anteriores, mas que fez com que ela conhecesse o atual namorado, o assistente de direção Tom Ackerley.

Em 2015, Margot estrelou “Golpe Duplo” como uma golpista ao lado de Will Smith e do ator brasileiro Rodrigo Santoro, com quem também fez cenas quentes. Antes de virar a Jane de “Tarzan” e a Arlequina do “Esquadrão Suicida”, ela ainda co-estrelou o drama biográfico “Uma Repórter em Apuros”, que não chegou a ser lançado no Brasil.

No nível das grandes estrelas

Mary Cybulski/Divulgação

Novela, sexo com DiCaprio e hóquei: Margot Robbie antes de Jane e Arlequina
Martin Scorsese orienta Margot Robbie e Leonardo DiCaprio para uma das cenas mais quentes de “O Lobo de Wall Street” (2013)

 

Jerry Weintraub, produtor que a convidou para “A Lenda de Tarzan”, compara sua Jane a uma grande estrela do cinema. “Quando penso em Margot Robbie, uma única palavra vem a minha cabeça: Audrey Hepburn”. Para ele, a atriz australiana junta duas qualidades essenciais: rentável e elegante.

Elogios também não faltam da parte de seu parceiro de “Esquadrão Suicida”, Jared Leto, o Coringa. “Ela aceitou um papel que qualquer pessoa teria dificuldade de fazer e o elevou a outro patamar. Ser capaz de ficar lado a lado com Leonardo DiCaprio, um dos titãs da indústria, e estar lá face a face, e não apenas fazendo o seu papel, mas realmente brilhando, é uma descoberta excepcional e explosiva. Me faz lembrar Michelle Pfeiffer em ‘Scarface’.”

|